24/07/2017

A Chama dentro de Nós.


Autora: Brittainy C. Cherry
Editora: Record
Páginas: 350
Gênero: New Adult/Drama
Tradução: Meire Dias
Série: Elementos #02
Avaliação:

                               Skoob | Amazon | Saraiva
Já espero ansiosamente pelos lançamentos da Brittainy C. Cherry, desde que li Sr. Daniels fiquei impressionada com a força das histórias que ela cria. Seus livros sempre trazem temas importantes a serem discutidos e em A Chama dentro de Nós não foi diferente.

O livro narra a história de Logan Silverstone e Alyssa Walters, os dois vivem em mundos completamente diferentes e se não fosse um encontro ao acaso em uma fila de supermercado a vida deles nunca teria se cruzado. Logan tem uma vida difícil, passa por diversas dificuldades não só financeiras, mas principalmente problemas familiares que o abalam profundamente. 

Já Alyssa tem um futuro promissor à vista, filha de uma advogada controladora e um músico, a garota sofre com a ausência e falta de interesse do pai. Quando conhece Logan em uma fila de supermercado, o mundo dos dois acaba se entrelaçando, uma grande amizade surge até que o sentimento evolui para algo mais intenso. Entretanto, tudo fica sem controle quando uma tragédia ameaça separá-los definitivamente. 
"[...] Você nunca se dá conta das coisas boas que tem até ver o que outra pessoa não pode ter." pág. 11



Brittainy C. Cherry já tem seu lugar mais do que garantido entre as minhas autoras favoritas da vida. Seus livros sempre conseguem me emocionar, me fazer refletir, além de trazer temas sociais importantes para discussão. 

Em A Chama dentro de Nós não é diferente, a autora provoca o leitor com situações que encontramos facilmente na vida real, os personagens são extremamente intensos e a autora não poupa na dose de drama inserida no texto chegando a causar angústia em alguns momentos, ao menos comigo foi assim.

Os personagens são bem construídos e cativam o leitor rapidamente, com realidades de vida bem distintas Logan e Alyssa são totalmente opostos. No início apenas a amizade é o bastante para ambos encontrarem refúgio nos momentos difíceis da vida, com o tempo o sentimento vai se tornando mais forte e os problemas vividos por ambos acabam interferindo mais no relacionamento deles.

Alyssa é quem tem a personalidade mais forte dos dois, ela é decidida e não mede esforços para apoiar e ajudar Logan, ele por outro lado se afunda cada vez mais em autopiedade ao longo da história; confesso que ele me irritou muito durante a leitura com seus roupantes de lamentos e autodestruição, para mim sua vida difícil e problemas familiares não justificam muitas atitudes e escolhas que ele fez ao longo da narrativa, felizmente o personagem vai evoluindo ao longo da trama e fui capaz de compreendê-lo melhor e aceitar seus momentos de fraqueza.  

A narrativa é desenvolvida em primeira pessoa com o ponto de vista alternado entre os protagonistas, temos a voz de Logan e Alyssa na trama o que para mim deixa o texto mais completo e a história mais ampla. A escrita da autora é extremamente envolvente e fluida, é o tipo de livro para se ler em "uma sentada" se você conseguir absorver com rapidez narrativas densas. 


Sobre a parte gráfica do livro a Editora Record não tem deixado a desejar nessa série, a capa do livro anterior é linda e a desse segundo volume é tão bonita quanto a primeira, a imagem retrata bem a história e o protagonista, poucas vezes vi uma capa que diga tanto sobre um livro quanto essas capas dessa série. A diagramação é simples, mas muito confortável, letras em ótimo tamanho, capítulos curtos e bom espaçamento do texto, não encontrei erros de revisão. 

A Chama dentro de Nós assim como outros livros da autora não foca apenas na história de amor entre os personagens, trata também sobre temas polêmicos como preconceito, diferença social, dependência química e conflitos familiares, assuntos fortes e totalmente reais que deixam a narrativa mais sólida e plausível. Leitura emocionante que fala sobre esperança e superação, super recomendada para quem aprecia o gênero!

A série:



01/07/2017

Série: Anne With an E



   Olá, leitores! Tudo bem?


A dica de hoje é uma série que já se tornou uma das minhas preferidas da netflix. Eu comecei a assistir sem grandes expectativas e acabei me surpreendendo e gostando bastante da adaptação. Anne With an E é baseada no clássico juvenil de muito sucesso, Anne de Green Gables da canadense L.M. Montgomery publicado em 1908.

Toda a trama gira entorna da órfã Anne Shirley, uma garotinha toda serelepe, tagarela e cheia de imaginação que acaba sendo adotada por engano pelos Cuthbert. Marilda e Matthew Cuthbert são dois irmãos solteiros donos de uma fazenda chamada Green Gables, já de idades avançadas nenhum dos dois podem mais se dedicar intensamente aos afazeres diários da fazenda; por isso decidem adotar um garoto que possa ajudar no trabalho pesado.

Entretanto, quando Matthew vai a estação buscar o tal garoto é surpreendido ao encontrar uma garota, sem outra opção ele acaba levando a menina para Green Gables. Anne fica imediatamente encantada com a beleza do lugar e está super empolgada por estar realizando seu maior sonho que é ser adotada e fazer parte de uma família. 

Entretanto, a realidade se mostra totalmente diferente de suas fantasias, Marilda Cuthbert é o completo oposto de seu irmão; a senhora fica revoltada por ter sido enganada e está decidida a devolver Anne ao orfanato. A garota fica desolada e se empenha ao máximo a fazer com que Marilda mude de ideia e a deixe ficar em Green Gables. 


A partir daí vemos Anne lutar pelo seu espaço sem deixar de encantar com sua sensibilidade e sabedoria de criança. Ainda não li o livro para saber se a série representa bem a história original, mas ao longo dos sete episódios encontrei elementos que me deixaram bem satisfeita com a adaptação. 

Os personagens me pareceram bem caracterizados, os diálogos são bem ricos e os meus preferidos com certeza são os da protagonista, o espectador pode tirar mensagens valiosas das falas dessa garotinha de treze anos. Gostei também do toque feminista inserido na série e o melhor é o fato de ser abordado aos olhos de uma criança; Anne lança ideias que provocam e fazem as pessoas daquela comunidade refletir. 

"As meninas podem fazer tudo que os meninos fazem e mais. A senhora por acaso se acha indefesa ou incapaz ?"  

Várias outras questões são levantadas ao longo dos episódios, preconceito, bullying, adoção, o papel da mulher na sociedade e diversos outros temas que não eram comuns de serem discutidos na época em que a história se passa. 


    "Grandes palavras são necessárias para expressar grandes ideias"

Como sou apaixonada por romances históricos e de época amei a adaptação, a fotografia é linda, a ambientação e figurino é um prato cheio para quem adora histórias do gênero. Estou ansiosa e com grandes expectativas para a próxima temporada!

Depois de concluir a série já inclui o clássico Anne de Green Gables no meu projeto de Clássicos para 2017, com certeza é uma leitura que vou gostar muito. Pelo que andei pesquisando o livro não é tão fácil de encontrar, achei algumas edições em inglês muito bonitas, e as em português não estão com preços tão acessíveis. 

Anne With an E é uma série deliciosa e comovente, perfeita para quem busca algo doce e ao mesmo tempo instigante e provocador!

Edições do livro:


Beijos, e até logo!
                                                    


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. Voltar ao Topo