A MENINA QUE NÃO SABIA LER.

Autor: John Harding
Páginas: 281
Editora: LeYa
Sinopse: 1891. Nova Inglaterra. Em uma distante e decadente mansão, onde nada é o que parece, dois irmãos são negligenciados pelo seu tutor e tio. A jovem Florence de apenas 12 anos, passa os dias cuidando de seu irmão mais novo Giles e perambulando pelos corredores, em uma rotina tediosa e desinteressante. Até que, um dia, a menina encontra a biblioteca proibida da mansão, e apaixona-se por ela...

                Florence é uma menina de 12 anos, órfã vive em uma mansão decadente chamada Blithe House com seu meio-irmão caçula Giles e três criados: Meg, john e a sra. Grouse.
              Um tio ausente é o tutor e responsável pelas crianças, mas depois de uma desilusão amorosa ele voltou-se contra a educação das mulheres, de forma que ele proibiu que Florence fosse alfabetizada. 
               Depois de descobrir a biblioteca da casa a garota fica encantada e sem obter nenhum tipo de ajuda ela aprende a ler sozinha, entretanto precisa manter isso em segredo. Assim, seus dias deixam de ser vazios e passam a ter um sentido. 
             Florence passava horas lendo e precisava criar os mais mirabolantes planos para despistar os criados e poder frequentar a biblioteca. Um dia os Van Hoosiers, vizinhos de Florence e que têm um filho chamado Theodore decidem que será bom para o rapaz que os dois se tornem amigos.
            Depois que Giles é mandado para a escola, Theo Van Hoosier torna-se presença constante em sua casa impedindo que ela se dedicasse inteiramente aos seus livros. Florence começa a receber cartas em que deixa claro que seu irmão estava sofrendo agressões na escola.
           Giles volta para casa e na carta que a sra.Grouse encontra em sua mala, a escola diz que uma professora em casa seria o mais apropriado para a sua educação. Depois de algum tempo a srta. Whitaker chega em Blithe House fora contratada para ser a preceptora de Giles, mas morre afogada no lago.
          A vida de Florence muda mesmo é com a chegada da nova preceptora a srta. Taylor. A cabeça da garota começa a oscilar entre realidade e fantasia, ela vê na preceptora uma inimiga que quer fazer mal ao seu irmão.
          Florence acreditava que a srta. Taylor era um fantasma, uma encarnação da srta.Whitaker. E com a ajuda de Theo ela faz de tudo para atrapalhar os planos da srta. Taylor e impedir que ela leve seu irmão para longe de Blithe House.
         Eu estava bem ansiosa para ler esse livro, afinal com o título A menina que não sabia ler, qualquer um ficaria curioso. Mas posso dizer que foi uma decepção para mim.
         O começo do livro é muito empolgante eu fiquei encantada com a paixão de Florence pela leitura e também com sua capacidade de criar planos para que pudesse ler sem que ninguém descobrisse seu segredo.
        Só que tudo muda na segunda parte do livro, a minha admiração por essa personagem desaparece totalmente. Tudo se mistura de uma forma que eu não consegui distinguir o que é realidade e o que é fantasia; a conclusão que eu cheguei é que Florence é totalmente louca, só isso para justificar as atitudes dela e que atitudes doentias para uma garota de 12 anos!
         O meu personagem favorito foi o Theo Van Hoosier, por sua lealdade e amizade apesar do comportamento estranho de Florence ele estava sempre ao seu lado, ajudando-a em seus planos. Também achei muito fofo os sentimentos de Theo por Florence, até pensei que ela fosse corresponder e que ao menos gostasse dele um pouco, mas estava enganada; ela era fria, insensível e não se importava nem um pouco com ele nem mesmo com o fato de Theo ser garoto doente.
      O final me deixou possessa de raiva, não só pelo que aconteceu com o Theo, mas principalmente porque fique com muitas dúvidas não consegui entender nada.
      Para mim Florence é um mistério.

                                                                                 
                    
                     

3 comentários:

  1. Eu tive que ler esse livro para a escola e concordo 100% com você. Não entendi nada do final da história, a Florence é uma louca e uma mini serial killer, só pode ser.

    Bjs
    Maah - Nerd Leitora

    ResponderExcluir
  2. Ei Rafa!!!
    Terminei o livro com a mesma sensação que vc.
    Sem entender nada e morrendo de raiva.
    Nem soube classificar em estrelas a história.
    Bjins querida

    ResponderExcluir
  3. Gente, meu Deus, quero ler esse livro NOW!
    Só porque ninguém está entendendo e eu quero ver se eu entendo ou se o final é justamente esse: você ficar sem entender.
    Eu sei que se a personagem já é um mistério, imagina o restante?!
    Adoro personagens doentias, frias e bem trabalhadas. Espero que mesma que eu não entenda, eu consiga entrar na mente de florence e ver o quanto perturbadora ela pode ser.
    Esse Theo parece fofo mesmo *-* Só pelo que você falou ;)

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim, por isso não economize palavras; adoro saber sua opinião! Caso tenha um blog deixe o link para que eu possa retribuir seu comentário. :D
Beijos da Rafa!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© FASCINADA POR HISTÓRIAS - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo