Tag: Hábitos de Leitura.



  Olá, leitores!

  Hoje eu publicaria uma resenha, mas como não deu tempo de terminá-la porque passei a tarde de domingo capotada por causa de uma prova de concurso público que fiz pela manhã, não consegui terminar as postagens da semana e nem programá-las. 
  Assim, trouxe hoje uma Tag bem legal que vi no blog Livroterapias e que foi respondida pela Rizia. Eu adorei as perguntas e senti vontade de compartilhar minhas respostas com vocês. *_*
  Viram a foto acima? É de uma das minhas prateleiras novas! Estou super feliz com elas, são bem grandes e agora minha estante não está mais tão sobrecarregada. 
  Deixa eu parar de conversa fiada, vamos lá para minhas respostas! hehehe

1- Tem algum cantinho especial na tua casa para ler?
  
  Sim! Na minha cama. Costumo ler na sala também, mas prefiro mesmo a minha cama que é mais confortável e sossegado. 

2- Marcador de livros ou um pedaço de papel aleatório?

 Marcador de livros claro! Tenho uma boa coleção e a cada leitura escolho um diferente. Gosto também de usar o marcador do livro que estou lendo se tiver. 

3- Quando quer interromper a leitura para na página onde está ou tem de acabar o capítulo (certo número de páginas) ?

 Depende de que página estiver, se tiver faltando uma ou duas para terminar o capítulo leio logo tudo, mas se faltar ainda muitas eu interrompo sem problema nenhum. 

4- Come ou bebe enquanto lê?

 De jeito nenhum! Nada de comida perto dos meus livros, não tenho muito problema com bebida, mas sempre tomo muito cuidado para não sujar as páginas. 

5- Consegue ou gosta de ouvir música e televisão enquanto lê?

 Antes eu não conseguia ler ouvindo música, mas agora gosto de selecionar uma música que eu ache que combina com a leitura. Agora televisão é outra história, não leio perto de TV porque tira meu foco e atenção, a minha leitura não evolui se tiver uma televisão perto. 

6- Um livro de cada vez ou vários livros ao mesmo tempo?

 Essa é uma outra questão que mudou bastante; antes lia apenas um livro por vez, mas agora isso não é mais possível devido a quantidade que preciso ler no mês. Às vezes são mais de dois ao mesmo tempo e o que conseguir prender a minha atenção primeiro é o que leio mais rápido. 

7- Ler em casa ou em todo o lado?

Eu prefiro ler em casa, mas se tiver em um lugar que seja possível pegar meu livro leio também, já que tenho sempre um livro na bolsa. Só não dá em filas ou em ônibus porque por aqui são sempre lotados e é fácil você ficar em pé durante o trajeto o que é bem desconfortável.  

8- Ler em voz alta ou para ti mesmo?

Para mim mesmo. Ler em voz alta incomoda outras pessoas que podem estar perto de você e dependendo do tipo de leitura pode até ser constrangedor. (Olá livros Hots! rsrsrs). Além de cansar rápido!

9- Costuma passar a frente algumas páginas do livro ou ler o final?

Não! Não faço isso nunca! Não tem graça pegar o livro e ler logo o final, gosto de manter a sequência da leitura, página por página, capítulo por capítulo. Sem falar que se você pular páginas pode não conseguir entender a história ou perder uma informação importante para a trama. 

10- Quebrar a lombada do livro ou mantê-lo como se fosse novo?

Como assim QUEBRAR a lombada? Alguém quebra a lombada do seu livro? Nem pensar em fazer isso com meus livros. As páginas podem se soltar e o livro fica horrível. Sempre tomo maior cuidado com eles, mas mantê-los como novos também é difícil porque uma vez que você o pega para ler ele fica com rastros de que já foi manuseado e isso que é o legal porque o livro fica marcado e carrega para sempre as impressões do seu momento com ele. Eu gosto que possa se ver que meus livros foram lidos, que não são apenas enfeites para a estante. 

11- Escreve nos teus livros?

 Não escrevo neles e nem os risco para marcar passagens que gosto, para isso uso post-it. O que faço é assinar meu nome e a data em que o adquiri na primeira página, todos eles são assim. Isso é o máximo que uma caneta chega perto deles! rsrsrsrsrs


 Então galera, essas são as minhas respostas espero que tenham gostado da Tag e quem quiser pode responder em seu blog e deixar o link para que eu possa saber as respostas de vocês ou responder aqui nos comentários! :)

Beijos, e até logo!

  

Nova Parceria: Débora Mattana.



     Olá, leitores!
  Hoje tenho o prazer de anunciar mais uma parceria nacional fechada! Desta vez quem entrará para nosso time de parceiros é a Débora Mattana. Ela é autora de Anseio, livro que está sendo lançado pela Novo Século. Só tenho a agradecer a confiança, o carinho e a atenção da Débora e desejar às boas-vindas! 
  Vamos lá conhecer um pouco sobre a Débora e seu livro!


Moro em uma cidade pequena Getúlio Vargas, estou cursando o ultimo semestre de psicologia, sempre amei criar historias, usar a minha imaginação é que eu faço de melhor, gosto de imaginar um mundo cheio de magia, me sinto realizada quando escrevo, é como ter um mundo só meu, e que agora posso compartilhar.
                                                        
                                                       Anseio.


Prestes a definir seus caminhos, Megan escolhe em qual faculdade irá estudar; contudo, o chamado inesperado de sua mãe, que vive em outra cidade, faz com que os planos de sua vida mudem. Contrariada, a jovem segue até ao seu destino, com a ajuda de seus amigos, e se depara com uma realidade inesperada. Além de todas as surpresas, Megan descobre que não há a possibilidade de voltar ao mundo que conhecia, já que seu desleal coração decidiu literalmente aprisioná-la. Ela conseguirá achar um modo de traçar seu próprio destino e não enlouquecer com as descobertas sobre aquela nova vida repleta de seres encantados? Megan sobreviverá à tortura de escolher entre dois amores? Ou deverá aceitar o fato de que pertencer tornou-se uma maneira de se descrever?

 Confira o primeiro capítulo do livro AQUI.

Você pode encontrar o livro para compra na Saraiva. Aproveite que está em super promoção! R$ 9,90 apenas! *-*

 Débora, obrigada pela confiança estou super feliz com a parceria! E muito curiosa para conhecer seu bebê! :)

Beijos, e até mais!
                                                        

Amor sem Limites.

Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Páginas: 192
Tradução: Cássia Zanon
Gênero: New Adult (+18
Ano: 2014
Avaliação:

                       Skoob | SaraivaExtra                        
 
Quem leu a minha resenha de Paixão sem Limites sabe que eu comecei a acompanhar essa série não tão empolgada, a trama não tinha me surpreendido tanto quanto eu esperava. Eu só não contava que a escrita da Abbi fosse tão irresistível e viciante quanto é; depois de ler os quatro volumes da série Rosemary Beach já lançados pela Editora Arqueiro, posso dizer que já me tornei fã da autora e aguardava ansiosamente esse desfecho da história de Blaire e Rush.
 Depois de enfrentarem muitas barreiras para ficarem juntos finalmente Blaire e Rush parecem ter conseguido um pouco de paz. Juntos novamente ele estão felizes e planejam uma vida perfeita. Tudo vai bem até que Dean Finlay aparece em Rosemary Beach pedindo ajuda de Rush para lidar com problemas de família. 
 Mais uma vez Nanette, irmã de Rush surge para atrapalhar e ameaçar a vida do casal. Rush novamente se vê dividido entre os conflitos da irmã caçula e a mulher que ama; e terá que se decidir de uma vez por todas, caso contrário correrá o risco de perder o que lhe é mais importante na vida.  

[...] Ela engasgou num soluço e apertou os lábios nos meus de novo, e eu a aninhei em meus braços e me deliciei em tê-la tão determinada em me assegurar que eu era um bom homem. Nada na vida era tão precioso como aquela mulher. Jamais seria. Eu havia encontrado a felicidade." pág. 125
  Amor sem Limites não foi um livro que trouxe novidades na trama, mas em minha opinião mesmo sendo uma leitura morna cumpriu sem papel de desfecho satisfatório da história de Rush e Blaire. O mais legal desse livro não é o casal protagonista mesmo porque quem leu os livros anteriores já tem uma ideia de como seria o final dos dois, o que mais me chamou a atenção neste volume foram os ganchos que a Abbi deixou para os próximos livros da série Rosemary Beach, só posso dizer que fiquei bastante empolgada com o que virá por aí. 
 A relação de Blaire e Rush já está bastante firme e os dois estão cheios de planos para o futuro. O conflito que sempre ameaça o casal, mas uma vez surge das profundezas para perseguir os dois; gente que garota chata! Eu detesto essa Nan, eu até poderia sentir algo devido aos problemas dela, mas é impossível por causa das atitudes que ela toma. 
 Nan vive para atrapalhar e dificultar a vida dos outros, é mimada, birrenta, mau caráter e insuportável. A única pessoa que cai no papo dela é Rush e por isso ele acaba sempre complicando seu relacionamento com Blaire. 
 Assim como os anteriores a narrativa é em primeira pessoa com capítulos intercalados entre Rush e Blaire e ainda temos o bônus de três capítulos narrados por outros personagens. A narrativa flui muito bem graças a escrita envolvente e apaixonante da Abbi, ela consegue facilmente conquistar o leitor mesmo com uma trama rasa e clichê. 
  Gostei bastante da capa do livro assim como todos os outros dessa série, tem harmonia com a história. A diagramação é simples, os capítulos são bem curtos, as letras têm bom tamanho e as folhas são amarelas. 
  No geral, Amor sem Limites é um livro gostoso de ler com uma história cheia de paixão e bem intensa que já caiu nas graças dos leitores. Só tenho a dizer para quem ainda não leu, que o final de Blaire e Rush não poderia ser mais doce e romântico!  

Scooby- Doo e o meu fascínio pelas histórias de mistério.



   Olá, leitores!

  Hoje trago para vocês um post bastante especial; uns dias atrás estava procurando algo legal para assistir na TV quando me deparei com o filme do Scooby- Doo e parei para assistir novamente. Sempre adorei o Scooby- Doo desde bem pequena, lembro que era aficionada em desenhos animados e esse era um dos meus preferidos; não perdia nenhum só desenho. 
  Além do desenho passei a gostar também das revistas em quadrinhos do personagem, e foi aí que começou o meu interesse pelas histórias de mistério. O desenho animado, e mais tarde as revistinhas de um grupo de adolescentes metidos a detetives acompanhados de um cachorro falante medroso e que mais atrapalhava do que ajudava, acabou fazendo com que eu ficasse cada vez mais curiosa e ávida por soluções de mistérios. 
 Juntar as pistas e encontrar as respostas para os mistérios que Salsicha, Velma, Fred, Daphne e Scooby encontravam em casas mal-assombradas, pântanos, parques abandonados, ilhas entre outros lugares era o que mais me deixava empolgada e aguçava minha atenção e despertava minha curiosidade. 
  Esse desenho animado foi o meu primeiríssimo contato, ainda quando criança com as histórias de detetive e soluções de enigmas é a raiz do meu gosto por literatura policial e pelas narrativas que desafiam a mente. 
 Scooby- Doo foi um desenho animado americano criado em 1969 e é o segundo desenho norte-americano com maior número de temporadas de todos os tempos, perdendo apenas para os Simpsons. 


   
  As historinhas do desenho animado poderiam até não ser inovadoras ou trazer surpresas, mas eu adorava brincar de detetive e era sempre muito empolgante tentar descobrir o mistério. Na infância de qualquer criança há sempre algo marcante, brincadeiras, músicas, programas de TV, artistas infantis famosos; na minha com certeza foram as aventuras do Scooby-doo e seus amigos. Gostar tanto dessa animação foi o pontapé inicial para que eu pudesse mais tarde sentir vontade de expandir e formar minhas preferências por histórias de mistério e suspense. 
 O que me agrada é a composição do desenho, a mistura de personagens com características diferentes, mas que combinam super bem. Scooby é um cachorro medroso que sempre está metido em encrencas e não resiste a uma oferta de lanche, biscoitos e outros petiscos. 
 Salsicha é o melhor amigo de Scooby, também muito medroso recebe esse apelido por ser muito magro e alto. É desleixado, adora comida e tem pavor de fantasmas e monstros. 
  Fred é o mauricinho e galã da turma, ocupa sempre a posição de liderança das investigações. É corajoso e inteligente e sempre tira a turma das enrascadas.


   A Daphne é a patricinha do grupo, mas de chata ela não tem nada. É corajosa e está sempre disposta a ajudar nos casos. Ela constantemente acabava na mira dos vilões e tendo que ser salva por seus amigos. Além do mistério tínhamos também uma pitada de romance que envolvia a Dapnhe e o Fred; confesso que torcia pelos dois! hehehe 
  A Velma, com certeza era a minha personagem preferida! Carregava o estigma de garota feia, entretanto é a mais inteligente da turma e quem sempre desvendavam e achava as respostas para os mistérios. O que acho legal é a esperteza dela em perceber os detalhes e explicar todo o caso.  
  Scooby-Doo foi um dos meus desenhos favoritos e até hoje ainda consegue me prender na frente da TV mesmo depois de tantos anos, e claro de já ter descoberto os livros de mistério e romances policiais. Posso dizer que me divertia muito com o desenho que com certeza marcou bastante a minha infância!
  Espero que tenham gostado do post! *-*

Beijos, e até logo!
                                                      

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...