Os Segredos de Colin Bridgerton.

Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 336
Gênero: Romance de Época
Série: Os Bridgertons (livro 4)
Tradução: Cláudia Guimarães
Avaliação: 

                       Skoob | Saraiva | Submarino | Extra        
                                 
  
 Assim como a tão falada coluna de Lady Whistledown é ansiosamente aguardada por seus leitores do século XIX, os livros da diva Julia Quinn também são impacientemente aguardados por nós, seus leitores e admiradores que mesmo já estando no avançado século XXI adoramos viajar no tempo e acompanhar as confusões desses personagens que tanto adoramos. 
 Neste quarto livro vamos conhecer a história de Colin Bridgerton ele é o terceiro dos filhos homens de Violet Bridgerton. Colin vive viajando e sempre dá um jeito de escapar das investidas de sua mãe em lhe arranjar uma esposa. Desta vez, ele está de volta à Londres depois de mais uma de suas viagens pelo mundo e nem imagina as surpresas que lhe aguardam. 
 Quem já leu os livros anteriores conhece bem Penelope Featherington, ela sempre foi alvo das línguas ferinas da sociedade da época. A sua falta de atrativos e timidez já seriam motivos suficientes, mas o que a torna famosa na roda de mexeriqueiros é a falta de gosto de sua mãe para escolher a cor de seus vestidos. 
 Agora, Penelope já tem 28 anos e é considerada uma solteirona o que quer dizer que já se tornou invisível na sociedade londrina. Com a volta de Colin os dois começam a ficar mais próximos e estreitar a amizade que já possuíam antes. Colin logo nota as mudanças em Penelope e a relação deles começa a se transformar de forma sutil. 
 Até que ela descobre o pequeno segredo do rapaz, e ele tem um ataque que faz Penelope perceber que ele não é a perfeição toda que ela sempre idealizou. Colin só não contava com o segredinho surpreendente que a própria Penelope guardava.

 Para que perder tempo com um amor que jamais seria correspondido? Melhor deixar os devaneios sobre os campos açoitados pelo vento para pessoas que de fato tivessem um futuro juntas. E se havia algo que Penelope sabia, mesmo na época, com 16 anos quase completos, era que o seu futuro não incluía Colin Bridgerton no papel de Marido. Ela simplesmente não era o tipo de garota que atraía um homem como ele, e temia jamais ser." pág. 11-12  
  Os livros da Julia Quinn são sempre muito desejados e desde o epílogo de Um Perfeito Cavalheiro estava ansiosa para conferir o livro do Colin. Temos neste volume uma história de amor não correspondido, Penelope é apaixonada por Colin há muitos anos e sempre aceitou o fato de ele apenas vê-la como amiga. 
 Ela sempre foi uma personagem que despertava meu interesse nos livros anteriores, a forma como era descrita pela autora sempre me fez imaginar que ela daria uma ótima protagonista e fiquei feliz por não ter me decepcionado. Penelope é inteligente, afiada e bem-humorada mesmo com várias razões que poderiam a ter transformado em uma mulher amarga, ela é doce e forte. 
 Eu esperava mais de Colin. Sim, ele é um cavalheiro educado e amoroso assim como seus irmãos, mas para mim faltou um pouco mais de intensidade da parte dele. Não o senti tão apaixonado como senti seus irmãos nos livros anteriores; acho que Penelope merecia um pouquinho mais. 
 Outra coisa que me incomodou também foi a insistência da autora em ressaltar o quanto a Penelope é apagada, o quanto ela não é bela como as outras moças e depois afirmando a mudança da personagem. Isso me impediu de conseguir enxergar essa tal mudança ficou difícil de ver a transformação da mulher de 28 anos. 
  A narrativa é desenvolvida em terceira pessoa com o foco alternado entre os protagonistas. O texto continua fluido, a escrita da Julia Quinn é envolvente e estimulante por isso a leitura é extremamente rápida e o leitor mergulha completamente naquele cenário incrível que é tão majestosamente descrito pela autora. 
 Impossível não amar as capas dessa série, todas são lindas e esta não poderia ser diferente. A diagramação é simples, mas muito bem elaborada com letras em tamanho bom, páginas amareladas, capítulos em tamanho perfeito sem deixar que a leitura fique cansativa. 
 Julia Quinn é uma das melhores autoras que já tive o prazer de ler, e mais uma vez ela conseguiu me emocionar com a junção de uma excelente narrativa e personagens apaixonantes que resultaram em uma história que ao mesmo tempo que arranca rizadas consegue tocar o coração do leitor. 
 Os Segredos de Colin Bridgerton não pode faltar na coleção dos apaixonados pelos romances de época é uma leitura mais do que recomendada. Não posso deixar de destacar o quanto o final é lindo! 
  Só um conselho: Prepare-se para grandes surpresas e revelações! ;)

Em meus pensamentos.

Autora: Bella Andre
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Gênero: Hot (+18)
Avaliação:


                                  Skoob | Saraiva | Submarino | Extra 
   
  Sempre quando chega para mim um lançamento da Bella Andre eu corro e cato logo o livro para ler, sempre é a primeira leitura que faço porque gosto da forma como a autora narra a história e também por ser uma narrativa rápida e leve.
  Em meus pensamentos é o oitavo livro da série Os Sullivans e finalmente acompanhamos a história de Lori Sullivan, a irmã mais espevitada e carinhosamente apelidada de mazinha. Sempre tive bastante curiosidade em relação a essa personagem, quem já leu os livros anteriores sabe que a vida amorosa de Lori é bem misteriosa e eu sempre fiquei intrigada com o motivo de tanto mistério. 
 Neste livro acompanhamos Lori em um momento decisivo em sua vida quando depois de sofrer mais uma decepção, dessa vez imperdoável resolve largar um namorado atraso de vida e também seu trabalho o qual sempre amou. Ela embarca para São Francisco, mas não procura a família, em vez disso viaja impulsivamente para uma cidade chamada Pescadeiro.  
 Lá ela resolve se candidatar a uma vaga de emprego para o cargo de trabalhador rural em uma fazenda. É assim que Lori vai parar na fazenda de Grayson Tyler. 
 Grayson é um homem marcado que se culpa por um triste acontecimento do passado. Ele escolheu se afastar da família, dos amigos e da vida que antes possuía e há três anos vive isolado administrando sua fazenda nas montanhas da Califórnia. 
 Sua paz e tranquilidade é abalada e ameaçada quando uma mulher impertinente, insistente e que não consegue fechar a boca um segundo sequer , entra em sua propriedade e em sua vida como um furacão. Grayson sabe que Lori é o perigo em forma de mulher e não permitirá que ela destrua seus planos. 
 [...] Se não tivesse muito, muito cuidado, Lori Sullivan iria continuar roubando seu coração uma frase por vez, uma refeição por vez, um sorriso por vez..." pág. 72
  Quem já leu os outros livros da série sabe o quanto Lori cativa o leitor; ela é uma personagem divertida e sua personalidade e modo de viver sempre fez com que ela fosse a integrante da família Sullivan que mais se destacava. 
 Neste livro podemos conhecer ainda mais a Lori e posso dizer que ela é ainda mais cativante. O que mais me agradou nela foi a forma como lidou com a decepção que sofreu, ela se mostrou forte, determinada e ainda encontrou disposição para lutar pelo que desejava. 
 Grayson é o homem perfeito para Lori. Desta vez Bella Andre se superou ao criar esse personagem; ele é do tipo durão, teimoso e tenta resistir a todo custo, mas é amansado pelo jeitinho da Lori.
 O livro conta ainda com cenas muito divertidas da mazinha em sua nova profissão na fazenda de Grayson. Ela conseguiu me surpreender também, havia idealizado uma imagem totalmente diferente da Lori. 
 A linguagem da Bella Andre continua fácil de absorver e bastante envolvente; a leitura é muito fluida e ainda me surpreende o fato de eu ler os livros dela com tanta rapidez, geralmente não passa de um dia e meio para finalizar a leitura. 
 A narrativa é em terceira pessoa com o foco alternado entre o Grayson e a Lori, a autora nos dá oportunidade de conhecer os sentimentos dos dois protagonistas ao mesmo tempo. É tão fofo acompanhar a evolução de Grayson! 
 A capa do livro ficou bem charmosa, passa um ar de mistério e quem não gosta de um cowboy sexy? *abana*. A diagramação é simples e continua com o padrão dos livros anteriores; letras em tamanho confortável, páginas amareladas e capítulos curtos. 
 O que achei diferente neste livro em relação aos anteriores é que não temos as cenas mais quentes em quantidade excessiva e nem um relacionamento instantâneo. A Lori tem bastante trabalho para conseguir dobrar o cowboy, mesmo com toda a ousadia dela o cara não foi fácil. 
 E o que falar do final? Coisa mais linda! Em meus pensamentos é o livro perfeito para aqueles que gostam das histórias românticas e sensuais. Eu pensei que esse seria o último livro da série, mas parece que ainda teremos livros sobre o outro lado da família Sullivan. 
 Agora, só nos resta esperar! :)

Visitando a Banca!





    Hey, leitores!

 Hoje trago a caluna Visitando a Banca reformulada. Já comentei aqui o quanto gosto dos romances de banca e sempre que posso estou revirando os sebos e bancas de revista procurando por edições desses livrinhos que são mais difíceis de encontrar.
 Eu tenho uma coleção bem variada e sempre quis dar um espaço maior aqui no blog para esse tipo de literatura porque sei que tem muitas pessoas assim como eu, que gostam também deles. Na versão anterior do Visitando a Banca eu fazia resenhas desses livros, mas isso não estava funcionando muito bem, já que eles costumam ter histórias bem simples e diretas, portanto não tem muito coisa o que abordar em uma resenha sem entregar a trama. 
 Então eu resolvi trazer a coluna de uma forma diferente. Assim, irei apresentar a minha coleção de romances de banca fazendo alguns comentários sobre os livros, dessa forma fica melhor porque funciona como possíveis dicas de leituras para quem gosta do gênero. 
 Podem esperar, pois trarei opções bem legais já que estou planejando voltar a frequentar mais os sebos e bancas de revista, que é uma coisa que adoro e é super gostoso de fazer. 
  Para começar trouxe três dicas de livrinhos que eu amei ler; são histórias bem gostosas de acompanhar e ótimas para aqueles momentos em desejamos ler algo mais leve e descontraído. Vem comigo conferir! :)

                    Marquês Apaixonado - Sally Mackenzie.


 Marquês Apaixonado tem 160 páginas faz parte da coleção Julia romances envolvente (Romances Históricos) e é o segundo livro da série "Nobres Apaixonados".
 O romance se passa na Inglaterra de 1815 e narra o divertido romance entre Charles Draysmith, marquês de Knighsdale e Emma Peterson, filha do vigário da região. O ponto alto desse livro é o humor, eu me diverti muito lendo esse livro e o casal protagonista é o responsável pelas cenas mais divertidas.
 Charles recebe o título de marquês e as responsabilidades que vem com ele depois da morte precoce do irmão mais velho. Ser marquês era a última coisa que Charles queria, já que isso significava ter que enfrentar um enxame de moças solteiras e mães casamenteiras o perseguindo, mas ele não tem escolha querendo ou não agora é um marquês e precisa de uma esposa e um herdeiro. 
 Emma é filha do vigário e governanta substituta das sobrinhas do novo marquês e quando era criança se apaixonou por Charles e desde então não conseguiu esquecê-lo. Decidido a encontrar logo uma esposa ele propõe um acordo perfeito a Emma. Como ela já é uma solteirona se casaria com ele cuidaria de suas sobrinhas e lhe daria um herdeiro. Ela viveria em Knightsdale e ele em Londres e Emma só precisaria tolerar as visitas ocasionais dele durante suas tentativas de encomendar um herdeiro. Para ele isso seria perfeito!
 Quando Charles faz a proposta Emma se sente muitíssimo ofendida, e demonstra isso quase rachando a cabeça do marquês. Assim começa a batalha de Charles para tentar convencer a srta. Peterson a ser sua esposa. 
  Dei muitas rizadas com as situações engraçadas em que Charles e Emma se envolvem. A história de amor deles é bem fofinha e os personagens secundários são tão bons quanto os protagonistas. 
"Marquês Apaixonado é, em romance, o equivalente a um bolo de chocolate... cada página é um deleite irresistível!" Lisa Kleypas

                         Coração Pirata - Kinley MacGregor


 Não sei vocês, mas eu adoro histórias de piratas! O cenário é tão estimulante e empolgante e os romances são lindos. Coração Pirata é um dos meus livros preferidos nesse estilo. 
 O livro conta com 224 páginas onde é narrada a história de amor de Lorelei Dupree e Jack Rhys. Ele é um notório pirata desejado pelas mulheres e temido e odiado pela marinha britânica de 1780. Lorelei está noiva de Justin Wallingford, tenente da marinha. Seu noivo odeia o pirata Jack e capturá-lo é seu maior objetivo. 
 Assim, Lori decidi ajudar seu noivo a preparar uma armadilha para capturar Jack, só que o plano dos dois acaba saindo de controle quando o pirata rapta Lorelei. Como refém no navio do perigoso pirata Lori tentará de todas as formas resistir ao poder arrebatador de sedução de Jack; e ele enfrentará um sentimento totalmente novo e desconhecido que nunca permitiu em sua vida. 
 Coisa mais linda o Jack e a Lori, ele é um homem lindo e forte que preferir sustentar a fama de perigoso e mortal; sempre evitou o amor, mas fica caidinho pela atrevida e sedutora Lori desde que a conhece. É muito legal acompanhar a batalha que os dois travam no decorrer da narrativa. 

"Um incrível talento para contar histórias de amor e aventura... Ela trará um sorriso aos lábios das leitoras..." Romantic Times

                                            Audácia - Candace Camp.    
                                               

  Esse aqui é um queridinho da minha coleção! Essa história é linda e tocante e me conquistou por ter uma carga emocional significativa. O livro tem 319 páginas e faz parte da coleção "Rainhas do Romance Histórico" (Amores Ousados). 
 Conta a história de Cameron Monroe e Angela Stanhope e tem como cenário a Inglaterra de 1885. Cam era apenas um cavalariço na propriedade da família Stanhope, mas era apaixonado por Angela a neta do conde de Bridbury e os dois mantinham um romance secreto. Quando são descobertos o avô de Angela humilha Cameron e o expulsa de sua propriedade, depois obriga a neta a casar com lorde Dunstan pela posição social e por ser uma união vantajosa. 
 Cameron fica marcado pela humilhação que sofreu. E depois de 15 anos volta à propriedade daquela família buscando vingança, agora que é um muito rico e a família Stanhope passa por necessidades ele exige que Angela se torne sua esposa. 
 Depois de enfim se livrar das garras de Dunstan, Angela se vê novamente na mesma situação que 15 anos trás, tendo que se casar para salvar a família. E mesmo que dessa vez seu marido seja Cameron, ela sabe que ele busca apenas vingança. 
 Ele não consegue superar o ódio que sente, mas em meio aos seus planos de vingança Cameron perceberá que Angela não é mais nem a sombra da moça por quem um dia se apaixonou e descobrirá que ela já viveu um verdadeiro inferno que talvez nunca poderá superar. 
 Acho que esse é o livro de banca mais emocionante que já li. Angela é uma mocinha quebrada e Cam apesar de ser cruel no começo, se transforma em um homem apaixonante. É lindo ver a forma como ele ajuda Angela e como cuida dela. Amo esse livro! :)

 Essas são as três dicas de hoje. Espero que tenham gostado da coluna e que acompanhem as novas edições no blog. 
 Já leram algum desses livros? Gostam de romances de banca? Me conta aí! :)

Este post faz parte da promoção
comentarista premiado AQUI.