quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Novidades de Parceiros: Senhorita Aurora - Babi A. Sette.


  Olá, queridos! Tudo bem?


 Hoje temos mais uma novidade quentinha para aquecer nossos corações de leitoras apaixonadas por uma ótima e bem escrita história de amor. Nossa querida parceira Babi A. Sette autora de Entre o Amor e o Silêncio, A Promessa da Rosa e o Despertar do Lírio (que ainda não tenho, mas vou mudar isso em breve.), está lançando um novo sucesso que tem como título Senhorita Aurora

Babi já passeou pelo romance com toques de drama em Entre o Amor e o Silêncio, pelo Romance de Época com A Promessa da Rosa e o Despertar do Lírio e agora nos conquistará com um New Adult que promete abalar nossos corações. 


 O lançamento está previsto para o dia 23/09 em ebook e vocês poderão encontrá-lo na Amazon! 

  Vamos saber mais sobre a história? 



Nicole é uma jovem bailarina brasileira e está prestes a realizar seu sonho: Estrear no papel principal em uma peça na Companhia de Ballet de Londres. Tudo estaria perfeito se não fosse pela presença de um dos seus diretores: o temido Sr. Daniel Hunter. Um maestro prodígio de temperamento difícil, com um humor sombrio e que desperta em Nicole sentimentos contraditórios. Porém, quando uma tempestade de neve os isolam em uma mansão centenária, eles terão que encarar de frente não apenas os segredos que atormentam Daniel, como uma paixão proibida que nasce entre os dois. Uma história sobre recomeços e superação. Um romance intenso, tocante e perturbador que mostra que até mesmo alguém com a fama de monstro pode ter sua vida transformada pelo o amor. 

Com certeza vem por aí mais um sucesso dessa autora tão incrível! Como quero tudo que ela publica, mal posso esperar para devorar essa belezinha também! 

                      Saiba mais: Facebook | Instagram



  A capa não é linda? Fiquei apaixonada! 

Beijos, e até breve!
                                                                     

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

O Acordo.


Autora: Elle Kennedy
Editora: Paralela
Páginas: 360 
Gênero: New Adult (Conteúdo Adulto)
Série: Amores Improváveis #01
Tradução: Juliana Romeiro
Avaliação:
(Favorito!)
                        Skoob | Amazon | Saraiva 

 New Adult é um gênero pelo qual sou apaixonada, ele já domina grande parte da minha estante juntamente com os Romances de Época e sempre estou fuçando novos lançamentos do gênero, basta alguns comentários positivos para eu trazê-los para minha estante. Eu costumo devorar esses livros, algumas vezes acerto nas escolhas, outras erro feio e o livro não tem nada do que eu gosto em um bom New Adult

 Quando peguei O Acordo para ler estava com altas expectativas e depois de dois dias de leitura frenética, o livro acabou entrando para a minha lista de melhores do ano. Neste livro conhecemos a história de Hannah Wells e Garret Graham, dois estudantes da universidade Briar que aparentemente não têm nada em comum, mas que acabam se envolvendo inesperadamente. 

 Hannah é uma aluna brilhante estudiosa e dedicada, tem uma vida bastante atarefada e seu tempo é muito precioso para desperdiçar com babacas como Garret Graham o popular capitão de hóquei da universidade que tem o ego nas alturas. Entretanto, o cara é persistente e quando descobre que Hannah foi aluna a gabaritar a prova de uma das disciplinas mais difíceis ele não desiste até que ela concorde em dar aulas particulares a ele, que precisa melhor a nota para continuar no time de hóquei. 

O acordo era simples - ela lhe daria aulas e em troca ele a ajudaria a conquistar o cara por quem ela é interessada; nada mais além disso, mas eles acabam se tornando amigos e essa improvável amizade parece querer evoluir para muito mais.

"Nunca esperei por ela. Às vezes, as pessoas entram em sua vida e, de repente, você não sabe como foi capaz de viver sem elas antes. E já não consegue entender como vivia a vida, saía com os amigos e dormia com outras pessoas sem ter essa pessoa importante na sua vida." pág. 234


 Terminei a leitura de O Acordo totalmente apaixonada pelo livro e desesperada por mais, logo nas primeiras páginas a autora já conseguiu ganhar minha atenção e me fazer ficar presa e ávida pela leitura, é dessa forma que consigo diferenciar um bom livro e um autor talentoso e excepcional; quando ele me faz ficar vidrada na história, quando não consigo mais fazer outra coisa a não ser ler até a última página. É nesses momentos que um autor ganha a minha admiração e Elle Kennedy roubou o meu coração com essa história de amor divertida, cheia de surpresas e temas reflexivos e polêmicos. 

 Todos os personagens da trama são muito bem desenvolvidos, temos um casal clichê que vemos aos montes em histórias do gênero, o diferencial que Elle Kennedy trouxe para seu livro é a forma como trabalhou e explorou a personalidade e características desses personagens. Hannah é uma protagonista muito marcante, ela provoca admiração no leitor devido a sua história de vida; sua força e resistência é inspiradora, gostei muito de seu jeito sarcástico e me surpreendi ao não encontrar nela apenas a mocinha tímida e estudiosa. 

 Garret é o total oposto de Hannah, ele adora se divertir é totalmente focado no hóquei e faz o maior sucesso entre as garotas do campus, sua popularidade o faz ter um ego exagerado, mas que nos arranca boas risadas ao longo da leitura. 

 O livro é narrado em primeira pessoa com capítulos alternados nos pontos de vida dos protagonistas (Oh, Yeah! Mais um ponto para a autora!), a escrita da Elle é extremamente envolvente e muito gostosa de acompanhar, todo o destaque e sucesso desse livro sem dúvida nenhuma se deve a forma como a autora escreve e desenvolve a história. Nada de amor instantâneo e explosivo, Hannah e Garret vão se conhecendo aos poucos, superando preconceitos e o sentimento dos dois surge da amizade e dos momentos em que compartilham suas histórias e feridas do passado, um romance que nasce naturalmente e é lindo acompanhar.  


 Achei bem bonita a capa do livro e combina com a história, a diagramação é simples, mas muito agradável, as folhas são amarelas, as letras têm bom tamanho e os capítulos são bem distribuídos. Um diferencial nos livros da Editora Paralela é que os diálogos são descritos em aspas em vez de travessões como é padrão ver na grande maioria dos livros. 

O Acordo já ganhou o título de queridinho da estante ao lado de Easy (Tammara Webber ), Hannah e Garret são apaixonantes, me arrancaram muitas risadas, me fizeram suspirar, refletir e ainda me emocionaram com a superação de suas histórias traumáticas. 

 Para quem assim como eu ama um New Adult, esse é um dos melhores com uma narrativa cheia de humor, boas doses de paixão, diálogos deliciosos, drama bem trabalhado e uma história de amor que vai te fazer suspirar e ansiar desesperadamente por mais! 

 Série Off-Campus:

          
                                                                             

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Cartas na Mesa.


Autora: Agatha Christie
Editora: L&PM Pocket
Páginas: 240
Gênero: Ficção/Policial
Tradução: Henrique Guerra
Avaliação:

                                  SKoob | Amazon 

 Estou mais do que satisfeita que o meu Projeto Agatha Christie 2016 esteja dando super certo. Está sendo um imenso prazer viajar pelas obras de uma das autoras que mais admiro e gosto. Cartas na Mesa é a minha sexta leitura do projeto e o livro escolhido para resenhar em Agosto. 

 Cartas na Mesa foi publicado originalmente em 1936 e narra o encontro de quatro investigadores e um dos crimes mais intricados da Agatha Christie que já li até agora. O cenário é um jantar especial na casa do excêntrico Sr. Shaitana, onde encontramos o superintendente Battle da Scotland Yard, a escritora Ariadne Oliver, o coronel Race e claro, nosso querido Hercule Poirot juntamente com mais quatro convidados. 

 Após o jantar os convidados se reúnem para uma partida de bridge; é quando um ousado assassinato é cometido em plena sala onde o jogo está sendo disputado. O enigma está lançado: quatro investigadores e quatro suspeitos. Quem será o audacioso assassino? 

  
 Esse até agora foi um dos casos do Poirot que achei mais difícil de solucionar, não consegui formular nenhuma teoria e nem imaginar um culpado para esse crime. A trama não deixa de ser envolvente, mas dessa vez Agatha conseguiu dar um nó bem firme na minha cabeça; cheguei ao final da leitura sem ter ideia de quem era o culpado. 

 O que mais me chamou a atenção nesse livro foi que a autora conseguiu reunir um grupo bastante semelhante, conseguimos perceber de pois de algumas revelações partidas da vítima, que todos ali tinham motivação para o crime e ainda seriam capazes de cometer o assassinato. Por isso foi ainda mais difícil de solucionar o mistério. 

 Narrado em terceira pessoa, Cartas na Mesa possui uma narrativa fluida, mas eu tive um pouco de dificuldade em me familiarizar com alguns termos e referências sobre jogo de bridge sendo que eu não conheço nada a respeito de jogos do tipo. Depois que consegui me acostumar com o tema a leitura evoluiu bem melhor. 

 Adoro essa edição da L&PM pocket, as capas são lindas. A diagramação é simples, as páginas são brancas e o espaçamento não é muito agradável, mas isso é compreensivo já que se trata de um livro de bolso. 

 Cartas na Mesa foi uma leitura surpreendente, Agatha conseguiu me deixar embasbacada com o desfecho da trama. Nem preciso dizer que Poirot rouba a cena novamente e brinda os leitores com uma solução magnífica para o caso. Recomendo a leitura para quem adora se deliciar com um desafiante caso policial. 

 
  

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Para Sempre Minha.


Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Páginas: 208 
Gênero: New Adult (+18)
Tradução: Cássia Zanon
Série: Rosemary Beach #09
Avaliação:

                            Skoob | Amazon | Saraiva

Abbi Glines já é referência no gênero New Adult, então é impossível controlar a ansiedade toda vez que a Arqueiro anuncia um novo lançamento da autora. Eu já havia lindo esse livro em ebook antes de ser lançado por aqui, mas quem disse que consegui resistir ao lançamento nacional? Queria ele na minha estante juntinho com os outros dessa série tão viciante!

 Para Sempre Minha narra a história sofrida de Bethy Lowry, a amiga maluquinha de Blaire, e o misterioso Tripp Newark. Quem leu os livros anteriores sabe que Bethy está enfrentando uma barra pesada depois de sofrer uma baita rasteira do destino. Ela está destruída, seus amigos não sabem mais o que fazer para trazê-la de volta à vida e Bethy se entrega cada vez mais ao caminho da autodestruição. 

 Tripp Newark está de volta a Rosemay Beach e toda sua atenção e preocupação está centrada em Bethy, ninguém consegue entender o motivo da preocupação excessiva de Tripp e principalmente do ódio que Bethy demostra por ele. A questão é que os dois guardam um grande segredo do passado e tudo está prestes a vir à tona agora que Tripp está disposto a lutar pelo que deseja. 

"- Cansei de fugir. Não há nada para mim em nenhum outro lugar. O que eu quero está em Rosemary Beach." pág. 111


 Falou em lançamento da Abbi Glines já estou eu desesperada para ler! Sinceramente não sei o que essa mulher põe em seus livros que vicia tanto o leitor. Vocês devem concordar que seus livros não são lá tão profundos ou obras primas da literatura, mas suas tramas são tão irresistíveis que ficamos fissurados na leitura. 

 A história da Bethy foi uma surpresa para mim, não imaginava que a personagem tivesse um passado tão doloroso, quem já leu os primeiros livros da série conhece a personalidade da Bethy; ela é aquela amiga alegre, divertida e cheia de atitude. Achei legal a forma como a autora mostrou um lado diferente da Bethy e como ela conseguiu superar tudo. 

 Novamente Abbi Glines prende o leitor com uma narrativa cheia de paixão e drama, a autora consegue explorar com perfeição os clichês em suas histórias e mesmo que os conflitos sejam previsíveis é impossível não se envolver com os personagens e com a narrativa. 

 O livro é narrado em primeira pessoa com a visão de cada um dos personagem alternada nos capítulos. Neste livro temos o diferencial de que em alguns capítulos a narrativa volta no tempo e nos apresenta fatos de oito anos atrás na vida dos protagonistas, esses flashbacks nos ajudam a entender melhor a difícil relação de Bethy e Tripp.

 Em para Sempre Minha temos um pouco mais de drama do que nos livros anteriores, o sofrimento de Bethy e desespero de Tripp é palpável e em vários momentos o casal me emocionou; acredito que a história deles é uma das mais tocantes da série. (Depois da de Grant e Harlow, claro! rsrsrs) 

 O clima sensual que é marca registrada da autora está presente na trama, mas desta vez Abbi aposta em algo mais calmo, sem aquela coisa frenética e explosiva dos livros anteriores. Tripp e Bethy têm obstáculos a superar, feridas não cicatrizadas e muita culpa enraizada. 

"- Coisas que valem a pena não são fáceis - disse Woods. - Você precisa lutar por isso até se cansar. Então você toma um ar e luta mais um pouco. Não desista." pág. 143


 Adorei que a editora escolheu manter a capa original do livro que combina muito bem com a história. A diagramação é simples, as folhas são amarelas, letras confortáveis e capítulos curtos. 

 Para Sempre Minha é uma leitura que faz o coração bater forte, sofremos com os personagens e torcemos por eles até o fim. O livro fala sobre recomeços, segundas chances e amadurecimento pessoal; leitura gostosa, leve e rápida para quem aprecia um bom New Adult! 

 O próximo livro que contará a história de Mase, irmão da Harlow, será lançado dia 10/09 com o título de À sua espera e já estou louca para ler! 

                                   Fonte: Google imagens.


                                                                         

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

No Limite do Desejo.


Autora: Katie McGarry
Editora: Verus
Páginas: 350
Gênero: Jovem Adulto/Romance
Série: No Limite #04
Tradução: Débora Isidoro
Avaliação:

                           Skoob| Amazon | Submarino 

Fazia tempo que queria começar a ler essa série, mas nunca conseguia encaixá-la nas minhas leituras. Recebi No Limite do Desejo de surpresa da Verus Editora e como a pessoa que lhes escreve é meio louca resolvi pegar o livro para ler, atentem para o detalhe que este é o quarto livro da série. Pois é, mesmo tendo o primeiro na estante resolvi começar a ler pelo quarto livro! Vai entender a pessoa. rsrsrsrs

 No Limite do Desejo nos apresenta a história de Haley e West Youg, os dois são de mundos bem diferentes. Enquanto ele faz parte da família mais rica e poderosa da cidade, ela enfrenta uma das situações mais difíceis de sua vida depois que seu pai perdeu o emprego entrou em depressão e sua família perdeu tudo que possuía incluindo a casa onde moravam. 

 Haley é uma campeã de kickboxing, mas desistiu do esporte depois de passar por uma situação difícil. Ela agora tenta levar a vida da melhor forma que pode suportando a tirania do tio com quem vive de favor juntamente com seus pais e irmãos, e a insistência do ex- namorado que não aceita o fim do relacionamento. 

 West Youg é o típico garoto riquinho com problemas com o pai, sua vida se resume a baladas e curtição, além de estar sempre metido em encrencas. É em uma situação perigosa que West e Haley se conhecem; ele é tudo o que ela prometeu manter distância e mesmo com toda a resistência dela eles acabam se aproximando depois que West aceita uma luta de MMA para defender Haley.

 E para que ele tenha ao menos uma chance de vitória, já que ele não é um profissional ao contrário do seu oponente que é dos melhores na categoria, ela se torna a treinadora dele. Com a convivência West e Haley descobriram muito mais do que esperavam. 


"- Nunca vai ganhar uma luta, a menos que corra o risco de realmente se envolver nela." pág. 183



 Esse é o meu primeiro contato com a escrita da Katie McGarry e o livro conseguiu alcançar minhas expectativas. Pelo que percebi suas histórias não são focadas apenas no romance, ela aborda vários temas sociais importantes que trazem mais profundida a narrativa. 

 West e Haley representam esferas sociais bem diferentes, conseguimos ver a disparidade social nitidamente nos dois protagonistas. Ela e sua família sofrem por causa do desemprego e falta de oportunidades; Haley enfrenta as poucas chances de entrar em uma boa faculdade, seu maior desejo é ter novamente um lar. Seu pai sofre com crises de depressão e Haley é vítima das agressões verbais do tio e da possessividade doentia do ex-namorado. 

 Por outro lado, West tem acesso a todos os privilégios possíveis e isso tudo não impede que sua vida seja cheia de conflitos; o maior deles é a relação difícil que tem com os pais. Achei bem interessante a forma como a autora explora esses temas mais complexos sem deixar a narrativa tediosa, ela não peca no excesso de drama e nem torna os personagens um poço de lamentação. 

 O livro é narrado em primeira pessoa com pontos de vista alternado entre os protagonistas, isso nos permite mergulhar nas sensações e sentimentos dos personagens. A narrativa é ágil, envolvente e fluida, a autora ainda instiga o leitor com alguns pequenos mistérios e segredos que nos faz devorar o livro. 


  Vamos falar da capa! Eu até gosto de modelos nas capas dos livros, mas esses aí não goste não. Não consegui fazer a conexão com os protagonistas que imaginei. A diagramação é simples, as páginas amarelas, as letras estão em bom tamanho e os capítulos são bem curtos o que torna a leitura mais rápida. 

 No Limite do Desejo é uma leitura que conseguiu me tocar de alguma forma por conta dos obstáculos que os personagens enfrentam. A superação, amadurecimento e aprendizagem através do amor também foi algo que me conquistou no livro da Katie McGarry

 A autora pecou um pouco no final, esperava um desfecho mais desenvolvido, mesmo assim fiquei com muita vontade de conhecer as outras histórias da série. Recomendo para quem gosta do gênero jovem adulto com histórias de amor, superação, aprendizado e escolhas para o futuro. 



                                                Série No Limite.
                                                                          

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Indicação literária: Série MMA Fighter - Vi Keeland.

    Olá, queridos! Tudo bem?

 Hoje trouxe a indicação de uma série bem legal que conclui semana passada, estou falando da série MMA Fighter da autora americana Vi Keeland. Para quem não conhece ela foi lançada pela Editora Charme e desde que vi a divulgação do lançamento do primeiro livro fiquei super animada para ler. 

 MMA Fighter é uma trilogia composta pelos livros O Destruidor de Corações, O Invencível e O Sedutor, e cada livro narra a história de amor de um lutador de MMA. Os livros são independentes, mas os protagonistas possuem ligações entre si, por isso é melhor que a leitura seja feita na sequência. 

 A série é destinada para quem gosta de leituras hots e cheias de romance, misturado a isso temos uma batalha pessoal que leva cada um dos protagonistas a tentar se superar. Gostei de a autora ter se preocupado em desenvolver cada história com sua dose certa de drama, em vez de ficar centrada apenas no lado hot, como já vi em muitas outras séries. 


 O Destruidor de Corações, primeiro livro da trilogia, narra a história de Nico Hunter um campeão de MMA que passou uma situação trágica em uma de suas lutas, isso o tirou do octógono e o fez desistir das competições. Tudo muda para Nico quando Elle entra em sua vida. 

 Ela é uma advogada bem sucedida, com uma carreira estabelecida, mas que prefere uma vida calma e sem grandes emoções por isso prefere ficar com o namorado que não lhe desperta nenhum sentimento perigoso. Quando Elle e Nico se encontram a vida de ambos muda completa e inesperadamente. 

 Em O Invencível conhecemos Vince Stone e Liv Michaels. Ele é um lutador sexy e talentoso que enfrentou um passado difícil e doloroso por isso prefere sempre estar no controle, quando Liv entra novamente em sua vida ambos terão que lidar com velhas cicatrizes do passado. 

O Sedutor traz Lily St. Claire e Jax Knight como protagonistas. Ele é o lindo, charmoso e bem- educado filho de um senador, Jax é um milionário do mundo dos negócios que tem o MMA como um hobby, não é um lutador profissional, mas ama o esporte. Lily é a filha de um lendário lutador, ela é dona e gerencia uma grande rede de academias de MMA e idolatra o legado que seu pai deixou. 

Por ainda sofrer devido a uma antiga relação abusiva, Lily prefere manter distância de lutadores possessivos, mas quando conhece Jax todos os esteriótipos que ela conhece são destruídos e será difícil resistir a toda a sedução desse lutador. 


 Os livros são viciantes, leituras rápidas e que prendem a atenção do leitor do começo ao fim. As cenas hots são bem desenvolvidas e a autora consegue transmitir todo o sentimento dos personagens. Os três livros são narrados em primeira pessoa com capítulos alternados entre os protagonistas; quando as autoras utilizam esse recurso já ganham vários pontos comigo. Adoro ter as duas visões da história. 

 Gostei bastante da escrita da autora, Vi Keeland escreve de forma tão envolvente que quando você se dá conta já está nas últimas páginas do livro desejando o próximo. Com certeza é uma trilogia que recomendo bastante para aqueles que gostam de romances hots e ao mesmo tempo fofos, repletos de bastante testosterona!   


Espero que tenham gostado da indicação! Quem tem o Kindle Unlimited aproveite que a trilogia está disponível por lá! 

Beijos, e até logo!
                                                                   
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...