segunda-feira, 30 de maio de 2016

Imprudente.


Autora: Nichole Chase
Editora: Pandorga
Páginas: 291
Série: Royal
Gênero: Chick Lit
Tradução: Paula Rezende
Avaliação: 

                               
                                        Skoob | Amazon | Saraiva          
 Desde que conheci a série Royal me encantei com os personagens e todo o cenário que a autora nos apresenta na história. Assim que finalizei a leitura do primeiro livro, De Repente, corri para garantir o meu exemplar de Imprudente e viajar mais uma vez para Lilaria. 

 Imprudente narra a história da princesa Catherine, irmã do príncipe Alex que conhecemos em De Repente. Cathy é a princesa perfeita, sempre faz tudo correto e se esforça ao máximo para desempenhar bem suas funções reais. O problema é que ela está cansada de todos os caras que só se aproximam dela por causa de seu status e sua coroa. 

 Quando Cathy conhece David ela fica totalmente atraída pelo único homem que parece estar pouco se importando com assuntos da realeza. David vai a Lilaria para ajudar sua amiga Samantha no Future Bird Trust; ele só não esperava se encantar tanto com a linda, perfeita e inocente princesa Catherine.

"A maioria das garotas queria um homem que as fizesse se sentir como se fossem princesas, mas eu queria alguém que me fizesse me sentir como uma mulher. E acho que acabara de descobrir quem seria aquela pessoa." pág. 64


 A série Royal é o primeiro contato que tenho com a escrita e o trabalho da Nichole Chase e depois de ler dois livros da trilogia com certeza quero conhecer os outros livros da autora. Assim como De Repente, Imprudente possui uma narrativa extremamente fluida e envolvente, a leitura é rápida e a escrita da Nichole nos faz devorar o livro.

 Neste segundo livro a trama gira em torno dos conflitos da princesa Catherine e seu desejo de encontrar alguém que goste dela pelo que ela realmente é, e não tenha nenhum tipo de interesse em sua coroa. Então surge em seu caminho David Rhodes; e a princesa não poderia ter feito uma escolha melhor. Quem leu De Repente conhece um pouco do David, ele é super amigo da Samantha protagonista do primeiro livro. 

  David chamou minha atenção logo no primeiro livro, ele é um cara bem legal, e se mostra ainda mais fofo neste livro. Gostei do casal e do envolvimento dos dois, mas senti que a trama foi pouco desenvolvida e não teve muitas emoções ou movimento na história.

 O livro é narrado em primeira pessoa sob o ponto de vista da Cathy, isso é algo que poucas vezes me agrada em uma história. Neste caso senti muita falta da voz do David na narrativa, tudo fica muito restrito às emoções da Cathy. 

 No entanto, o tema que a autora escolheu abordar nesta série é uma das coisas que mais me cativaram na leitura tanto do livro anterior quando deste segundo volume. Samantha e David são biólogos e assim como o príncipe Alex trabalham para preservar as espécies de pássaros selvagens, achei bem legal a autora abordar o assunto em seus livros mesmo que de forma sutil. 


 As capas dessa trilogia são lindas e a editora caprichou na diagramação dos livros, folhas amarelas, capítulos bem distribuídos com desenhos de coroa e pássaros e letras em tamanho confortável para a leitura. 

 Imprudente é um livro sem grandes surpresas com uma trama simples e uma história de amor no estilo dos contos de fadas modernos, mas a leitura é deliciosa e envolvente ótimo para os momentos em que só queremos relaxar. Quem gosta de livros do gênero vai adorar a leitura! 

sábado, 28 de maio de 2016

Um pouco sobre Séries: Shadowhunters.


  Olá, leitores! Tudo bem?

 Eu não gosto muito de adaptações, principalmente se for de algum livro que goste muito. Se for me arriscar a ver um filme que seja adaptado de algum livro prefiro ver o filme e só depois ler o livro, assim não sofro com as expectativas frustadas. 

 Foi por isso que não assisti o filme Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos quando foi lançado em 2013, me irritei logo quando o elenco foi escalado; Jamie Campbell como Jace Wayland foi difícil de engolir. Depois de muito tempo foi que resolvi  conferir o filme, ele não é uma ótima adaptação, mas até que gostei um pouco. 

 Até que em janeiro desse ano, uma nova tentativa de adaptação da tão querida série de livros da Cassandra Clare foi lançada, desta vez em formato de Série de TV. Mais uma vez fiquei com receio de me decepcionar novamente e depois de conferir alguns comentários resolvi deixar para ver o resultado depois. 

 Só semana passada foi que criei coragem e fiz quase uma maratona com os 13 episódios da primeira temporada de Shadowhunters, mais uma vez não é uma adaptação das melhores, mas o propósito de entreter o espectador ela cumpre bem.   


  Quase toda a produção da série está bem fiel a história dos livros, os objetos que fazem referência ao mundos dos caçadores de sombras, as rumas foi uma das coisas que adorei. O figurino também chama atenção, principalmente o da Isabelle (Emeraude Toubia) que está realmente incrível. 

 A série deixou mesmo a desejar foi no quesito elenco (mais uma vez!), alguns dos autores até me agradaram a exemplo de Simon (Alberto Rosende) que me arrancou muitas risadas e me deixou muito satisfeita com sua interpretação e caracterização. Alec (Matthew Danddario) e Isabelle Lightwood também me agradaram e estão super bem na pele dos personagens; o meu problema ficou realmente nos protagonistas. 

 A Clary Fray interpretada por Katherine McNamara me pareceu muito forçada, a impressão que tive foi que atriz não conseguiu absorver ou incorporar a personagem. O Jace Wayland de Dominic Sherwood é bem melhor do que o de Jamie Campbell, mas também ainda não consegue transmitir todo o potencial do personagem; para mim ainda falta um bom caminho para que ambos estejam perfeitos no papel. 

 Outro ponto fraco que percebi na série ao menos nos primeiros episódios, foram os diálogos que em alguns momentos se mostram bem superficiais. Espero que na próxima temporada esse aspecto da série seja melhor desenvolvido. 



 O que mais gostei é que a Série de TV apresenta muita ação e diversos momentos de tirar o fôlego; fiquei com os olhos grudados na tela em muitas cenas de luta e perigo para os personagens. 

 Outra coisa que pensei que não fosse gostar, mas  que acabou me agradando foram as poucas mudanças inseridas na história; nada tão drástico a essência do universo e da trama criada por Cassandra Clare é conservada na série, mas as poucas mudanças feitas foram bem encaixadas no contexto. Também adorei a trilha sonora escolhida para Shadowhunters, muito lindas as músicas da Ruelle.

 De uma forma geral, fiquei satisfeita com Shadowhunters, estou ansiosa para conferir a próxima temporada e espero que seja ainda melhor! 

                                                                



quarta-feira, 25 de maio de 2016

Tag: Viciada em Planners.


   Hey, leitores! Tudo bem?

  A Tag que trouxe hoje é sobre Planner, um item de papelaria que tem me ajudado muito esse ano na minha organização e planejamento das minhas tarefas semanais. Sou apaixonada pelo meu planner e ele tem facilitado bastante na hora de organizar a programação do blog, minha rotina de estudos, minhas finanças e as tarefas que tenho que fazer durante a semana. 

 O Planner é uma ferramenta tão incrível que tenho pensado em adquirir um novo apenas para a programação do blog. Eu sempre fui louca por essas fofuras de papelaria e o meu planner tem me deixado ainda mais encantada com esse mundo de coisinhas lindas! 

  Acompanhando vídeos no Youtube e conferindo todo esse universo de planners que faz a cabeça das gringas e agora está conquistando também as brasileiras, encontrei no canal da Fernanda Fioratto essa Tag super legal e quis logo responder aqui no blog. Quem gosta de organização e planners confira minhas respostas abaixo!

1. Quantos planners você tem? 

  No momento só tenho um, ele é da loja virtual Card Boutique. Estou com planos para comprar um novo para separar a programação do blog da minha rotina de estudos, mas como vocês devem saber um planner no Brasil ainda tem um preço bem salgado por isso vou esperar mais um pouco para comprar um novo. 

2. Quantos planners você usa no momento?

 Apenas um que é da Card Boutique. 

3. Quando você começou a usar planner de papel?

 Sempre usei agenda porque gosto de organizar, fazer listas e anotar tudo, mas só esse ano resolvi investir em um planejador personalizado. 

4. Quando começou a decorar seu planner?

  Sempre gostei desse mundo de decorar agendas, na adolescência tinha várias e adorava adesivos, canetas coloridas e colagens de revistas. Desde que comprei o planner voltei a fazer a mesma coisa, decoro ele desde que comecei a usar. 

5. Se pudesse escolher apenas um material para decorar seu planner o que escolheria? 

 Com certeza seria washi tape! Desde que as descobri fiquei fascinada por elas. Coisa mais fofa gente! Tem várias opções, cores e modelos se pudesse compraria milhares delas. O chato é que aqui no Brasil elas são super caras; comprei as minhas no Aliexpress, mas demora muito para chegar. 

6. Qual sua caneta favorita para escrever?

  Gosto de todo tipo de caneta, as simples, as coloridas, as com pontas finas e grossas também. Coleciono muitas, mas para escrever no planner prefiro aquelas com pontas bem fininhas tipo stabilo (louca para comprar as verdadeiras!), uso as compactor macroline 0.4mm. São ótimas e duram bastante. 

7. Lugar favorito para comprar coisas de planner?

 Com certeza para mim é o AliExpress! Lá tem muita coisa fofa e bem mais barata do que por aqui, eu fico louca quando visito o site. O chato é que para comprar lá precisa ser muito paciente, as últimas compras que fiz demorou quatro meses para chegar. 

8. Quanto foi que você mais gastou com acessórios para o planner?

  Eu não costumo gastar tanto, o mais caro que comprei foi o planner. Sempre que dá gosto de comprar algo legal para usar nele, adesivos, canetas diferentes, lápis de cor, post-it, essas coisas deixam a hora de planejar a semana bem mais divertida. 

9. Qual a sua rotina de organização no planner?

 Sempre no final do domingo pego ele para começar a programar a rotina, anoto tudo o que preciso fazer nos primeiros dias e deixou para encaixar o resto das tarefas ao longo da semana. Sempre deixo o planner ao alcance durante a semana e anoto tudo nele. 

10. Se você pudesse escolher apenas um planner, qual seria e porque?

 Eu gosto muito do meu planner, mas há outro que estou desejando bastante no momento. Já vi vários vídeos de indicações e acho que o planner da Paperview além de ser muito fofo é bem completo. Ele é uma das opções que estou considerando para 2017. 

11. BONUS Mostre suas washi tapes.

  Nesta foto abaixo vocês podem conferir algumas das minhas washi tapes e também outras coisinhas que uso para decorar meu planner. 


 Espero que tenham gostado da Tag, quem ainda não conhece o mundo dos planners pesquise no Youtube, lá tem muita coisa legal e você vai se apaixonar por tudo que encontrar sobre o assunto.   :) 

Beijos, e até breve!
                                                                         
                 
  

segunda-feira, 23 de maio de 2016

A Casa do Penhasco.


Autora: Agatha Christie
Editora: L&PM Pocket
Páginas: 224
Gênero: Policial
Tradução: Otavio Albuquerque
Avaliação:
 


                                        Skoob | Amazon | Saraiva
 A Casa do Penhasco foi o livro que escolhi para ler em Maio no projeto Agatha Christie, diferente dos outros que li da autora este demorou um pouco mais para me deixar ligada na história. A leitura demorou um pouco a engrenar, mas quando isso aconteceu não consegui largar o livro até descobrir que desfecho a autora daria para a trama. 

 Neste livro encontramos Hercule Poirot e seu fiel amigo, o capitão Hastings em suas merecidas férias no litoral da Cornualha. Tudo parece calmo e tranquilo até que a dupla conhece a srta. Buckley, a moça é herdeira da Casa do Penhasco, uma propriedade caindo aos pedaços que fica perto do hotel onde Poirot e Hastings estão hospedados. 

 Entretanto, o que chama mesmo a atenção de Poirot é quando a srta. Buckley lhe conta que tem sofrido diversos "acidentes" e tem escapado da morte várias vezes. É tudo que Hercule Poirot precisa para abandonar suas férias, um mistério e uma vítima iminente. Neste caso o desafio é ainda maior, Poirot precisa solucionar o caso e ainda impedir que o assassino cumpra suas ameaças.  


"[...] Desconfio de tudo e de todos. E estou com medo, Hastings, muito medo." pág 64



  A cada novo livro da Agatha Christie que leio só assegura ainda mais o motivo dessa autora ser tão popular e ainda fazer tanto sucesso entre os leitores. É incrível a forma como ela consegue sugar a atenção do leitor durante a narrativa. 

 O livro não conseguiu me surpreender logo no início da leitura como aconteceu com alguns dos que já li dela, mesmo assim lá pela metade da narrativa me vi totalmente envolvida pela trama e já bolando minhas teorias para a solução do mistério, confesso que já suspeitava do criminoso que em determinado momento da história se torna bem evidente, mas não posso negar que a conspiração que envolve a  trama assegura o incrível talento da autora em construir enredos tão deliciosos. 

 A história é narrada em primeira pessoa sob a perspectiva do capitão Hastings, ele está sempre ao lado de Poirot e assim como o leitor ele vai descobrindo as pistas aos poucos, Poirot sempre o desafia a colocar o cérebro para funcionar e essa atitude do detetive é uma forma inteligente da autora chamar a atenção do leitor; eu sempre fico atenta a esses momentos da leitura. 

 Como diria Poirot, ele está magnifique! nesta história. Eu adoro esse personagem é impressionante sua sagacidade, eu sempre fico impressionada com Hercule Poirot. 

  A Casa do Penhasco é uma leitura rápida, mas que não deixa de entreter o leitor. Agatha Christie mais uma vez desafia o leitor a solucionar um mistério tão bem arquitetado e ainda deixa o leitor pasmo com suas justificativas para os casos. Leitura mais do que recomendada! 
                              

                                                   

domingo, 22 de maio de 2016

Novidades de Parceiros!


  Hey, leitores!

   Hoje trouxe para vocês novidades super incríveis das parceiras queridas do Fascinada por Histórias.  Eu sempre estou de olho no que nossas autoras nacionais estão trazendo de novidades e o destaque de hoje vai para Keila Gon que está lançando Luz de Inverno, o último livro da trilogia Cores. Eu sou apaixonada por essa trilogia, estava com uma saudade imensa do Vincent e minhas expectativas estão nas alturas para a conclusão dessa história linda. 

   A outra autora em destaque é Babi A. Sette que está lançando Despertar do Lírio, segundo livro da série Flores da Temporada. Se é romance de época já tem lugar garantido nas minhas futuras leituras, e sendo da Babi com certeza vou me apaixonar. 

  Vamos lá conferir mais sobre as novidades! 


 Os dois primeiros livros da Trilogia Cores foram lançados anteriormente pela Editora Novo Século. Agora os livros saem pela Mundo Uno Editora juntamente com Luz de Inverno último livro da trilogia. 


  Luz de Inverno está em pré-venda e você pode adquirir o livro junto com um kit super lindo no site da editora. Eu já garanti o meu e estou super ansiosa para conferir a história. 

                                        Pré-Venda  | Fan Page



   Depois do lançamento e sucesso de A Promessa da Rosa, a Babi decidiu lançar uma série chamada Flores da Temporada. Despertar do Lírio é o segundo livro da série eu quero esse livro pra ontem!

                      Saraiva | Extra | Travessa | Cultura | Amazon 


                                      Leia o primeiro Capítulo.

      Espero que tenham gostado do post e aproveitem as pré-vendas!  

Beijos, e até logo!
                                                                            

sábado, 21 de maio de 2016

Sessão Filmes: A Colina Escarlate.


 Título Original: Crimson Peak
Direção: Guillermo del Toro
Duração: 1h 59 min
Ano: 2015
País: Estados Unidos
Gênero: Mistério/Drama/Fantasia
Distribuidora: Universal Pictures
Classificação: 16 anos.




 Esse filme chamou minha atenção desde que li a opinião da minha amiga Aline do blog Leituras, Vida e Paixões. Fiquei bem curiosa mesmo que o gênero terror ou apenas um suspense que provoque o minimo de medo passe longe das minhas escolhas de filmes para relaxar. Sou medrosa para esse tipo de filmes ou mesmo livros, admito! hahaha

 Mesmo assim, eu resolvi conferir o filme e mesmo tendo algumas partes que me desagradaram no geral gostei bastante do filme. 

 A Colina Escarlate para mim é um suspense com elementos de terror e uma pitada de drama macabro. A história gira em torno de Edith Cushing, uma moça que sonha em ser escritora, ela vivi com o pai que é sua única família. 



 Edith logo se apaixona por Thomas Sharpe, um homem misterioso que logo desperta a desconfiança de seu pai. Envolvida por Thomas ela acaba se casando com ele e se muda para a mansão onde Thomas vive com a irmã Lucille que está sempre ao seu lado. 

 É quando chega a mansão que fica em um lugar conhecido como Colina Escarlate que Edith começa a perceber que há algo muito estranho com aquele lugar e principalmente com aqueles que lá vivem. 

 O que mais me agradou no filme foram as referências a Jane Austen e Mary Shelley, a ambientação e o clima de época, além do figurino que achei bem bonito. Assim como livros, eu adoro filmes de época. 

 Por outro lado, os segredos que envolvem a mansão e os Sharpe não me surpreenderam porque isso fica nítido desde o começo do filme, mas não me impediu de achar grotesco e muito sinistro. O filme em si não é um terror daqueles super assustadores, mas a trama apresenta um clima bem amedrontador e isso não se dá devido aos elementos fantásticos presentes mas sim, pelos personagens principalmente a Lucille que é de longe a criatura mais horripilante da história. 



 Mesmo que o filme seja bem previsível, gostei dos cenários e da fotografia e também dos figurinos que prendem nossa atenção do início ao fim. Sem dúvida a parte visual de A Colina Escarlate é deslumbrante. 

  Com certeza é um bom filme e uma boa dica para assistir nos momentos em que buscamos apenas nos distrair; mesmo que tenhamos cenas bastante sanguinolentas! hehehe





Beijos, e até breve!
                                                                          
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...