O Guerreiro e a Donzela


              Autora: Jacqueline Navin | 320 páginas | Gênero: Romance Medieval | Avaliação: 4/5



Eu amo um romance de época vitoriano ou da regência, mas os medievais sempre me fascinam. Eu já havia lido A Donzela e o Guerreiro há muitos anos atrás na época em que descobri esses livros, eu devorava um atrás do outro, faz tanto tempo que nem lembrava mais nada da história. Então foi uma releitura com gosto de leitura novinha.

O livro conta a história de Lucien de Montregnier, um soldado que como reconhecimento por sua bravura ganha como recompensa a herdeira de um castelo muito valioso: Lady Alayna de Avenford. Lady Alayna passou a vida sendo moeda de troca para os interesses do reino, viúva antes mesmo de ser uma esposa, ela agora se vê presa a um novo casamento indesejado, com um homem de temperamento forte e famoso por ser letal nos campos de batalha. Entretanto, ela está decidida a lutar até o fim para proteger seu povo do perigo que esse guerreiro representa.


Amo um romance que se inicia com um casamento de conveniência, aqui temos dois protagonistas de personalidades fortes. Alayna é decidida, tem opinião própria, tem uma língua  afiada que muitas vezes leva Lucien ao limite da paciência. Adoro esses guerreiros que se fazem de durões, poderosos e temidos mais que no fundo possuem um coração doce, justo e bondoso. 

O livro é narrado em terceira pessoa, a escrita da autora é muito envolvente e você acaba ficando totalmente envolvido com a história. O mocinho da história é bem durão, ele tem um lado sombrio, algo doloroso  em seu passado que o faz ser mais amargo e isso será um desafio para a Alayna superar. É um livro bem curtinho que o leitor consegue devorar em pouco tempo, você se vê torcendo pelos personagens e se emociona com com eles ao longo da narrativa. 

Recomendo muito para quem curte um bom romance de época que se passa nos castelos medievais.


                                                ONDE ENCONTRAR: ESTANTE VIRTUAL



Um comentário:

  1. Jess @perdidaemlivros_7 de maio de 2020 12:39

    Também amo quando tem casamento de conveniência nos romances, porque mesmo sendo clichê isso torna a trama muito mais animada na minha opinião. Ainda não li esse livro mais ja fiquei mega curiosa para conhcer essa história

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim, por isso não economize palavras; adoro saber sua opinião! Caso tenha um blog deixe o link para que eu possa retribuir seu comentário. :D
Beijos da Rafa!!

Tecnologia do Blogger.