11/12/2011

LONELY HEARTS CLUB.

Autora: Elizaneth Eulberg
Editora: Intrínsica
Páginas:238
Sinopse: Penny Lane Bloom cansou de ser magoada e decidiu: homens são o inimigo. Exceto, claro, os únicos quatro caras que nunca decepcionaram uma garota - John, Paul, George e Ringo.
 E foi justamente nos Beatles que ela encontrou uma resposta à altura de sua indignação: Penny é fundadora e única afiliada do Lonely Hearts Club - o lugar certo para uma mulher que não precisa de namorados idiotas para ser feliz...


  
  Muitas garotas já passaram por decepções amorosas alguma vez, e sair de uma fossa não é tarefa muito fácil. Entretanto a ideia de Penny Lane Bloom para superar uma dor de cotovelo foi a mais original e surpreendente que eu já vi na minha vida.
 Ter um namorado absolutamente fofo, companheiro, fiel e que a ama loucamente é o sonho de qualquer garota, assim Penny estava mais do que feliz com seu conto de fadas e pronta para dá um passo importante para o FELIZES PARA SEMPRE que ela tanto sonhava com Nate Taylor.
  Só que Penny descobriu que Nate não era bem o príncipe que ela acreditava e da pior maneira possível: uma TRAIÇÃO.
  Não há nada mais potente para destruir o coração de uma garota do que vê o seu namorado com outra garota, e isso pode deixar traumas permanentes. Isso aconteceu com Penny e foi assim que nasceu o Lonely Hearts Club.
  O clube foi fundado depois de uma grande decepção amorosa; Penny estava farta de namorar garotos otários e babacas para ela os garotos estavam mortos, eram todos traídores e mentirosos; bem ninguém poderia culpá-la por pensar dessa forma.
 "Meu corpo começou a tremer. Finalmente eu compreendia. Nate balançou a cabeça. - Eu não deveria ter me envolvido com você. O que eu posso dizer? Estava entediado, e era muito  mais fácil ceder à sua fantasia que lutar contra ela. E, admito, você tem esse lindo jeitinho suburbano a seu favor. Mas eu nunca tinha pensado que no final você ia ser só um aborrecimento. Fiquei enjoada. Lágrimas começaram a rolar por meu rosto..." Pág.18                               
    No começo o Lonely Hearts Club tinha apenas uma participante que aliás era a sua fundadora, mas depois o grupo foi crescendo e as garotas da escola Mckinley onde Penny estudava foram se juntando ao grupo. Garotas que de alguma forma foram magoadas e que por causa dos garotos deixaram de lado suas amigas e fizeram deles o centro de suas vidas.
   O Lonely Hearts Club se tornou o grupo de garotas mais famoso da escola e Penny ganhou várias amigas novas, o círculo de amizade formado pelo clube começou a se fortalecer. As coisas estavam mesmo melhorando, as garotas estavam começando a se valorizar mais e dá mais atenção às amigas, Penny estava tão feliz e concentrada no clube e tão decidida a esquecer os garotos, que nem notou quando uma pessoa especial que sempre fez parte de sua vida, começou a demonstrar certo interesse nela.
  " - Uau, Ryan que decepção! Você não iria querer ser você mesmo, não é? Ryan olhou para mim como se eu tivesse dado uma punhalada nele. Nós dois ficamos olhando um para o outro. Imediatamente me arrependi. - Eu não quis... - gaguejei. Ele se virou e me deixou ali parada, com uma expressão de puro horror. Como eu podia ter dito aquilo para ele na frente de todo mundo? ..." Pág.207
 Agora, Penny Lane precisa recuperar seu coração partido para conseguir novamente confiar nos garotos e dá uma oportunidade para que Ryan mostre a ela que as coisas podem ser diferentes. Mas será que ficar com Ryan significa traír o clube e provocar o fim do Lonely Hearts Club?
  Você só vai desconbrir lendo Lonely Hearts Club!
 Esse é um livro muito agradável de ler, com um tema gerador de muito conflito. Adorei a personagem central Penny, ela é engraçada e determinada até demais. 
  Só senti falta de vê um pouco mais de romance, tudo bem que o livro fala da dor e decepção de um coração partido, mas eu amei e achei super fofo o casal que se formou e quando finalmente eles se acertaram... o livro acabou!
  Admito que fiquei um pouco frustrada e sentindo um vazio; fazer o que? Sou uma romântica incurável. :)
  Enfim o livro é lindo, dá gosto de ler, as páginas são muito fofas, há trechos de músicas dos Beatles (a Penny é super fã), acabei me apaixonando também pela banda.
 Super recomendo o livro, tenho certeza que você também vai se apaixonar.             
            

2 comentários:

  1. eu tbém nunca canso de romance =)
    esse livro é muitooo fofo!
    bj

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho ele,e foi meu primeiro livro :)

    beijos!

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim, por isso não economize palavras; adoro saber sua opinião! Caso tenha um blog deixe o link para que eu possa retribuir seu comentário. :D
Beijos da Rafa!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. Voltar ao Topo