9/20/2013

Jardim de Inverno.


 
                                                       
                                                                                   
Adicionar ao SkoobCompre: Saraiva| Submarino| Cultura

   Kristin Hannah é uma autora que vem sendo muito elogiada atualmente, li vários comentários positivos e e resenhas exaltando o quanto suas histórias são incríveis. Comecei a conhecer a autora através de resenhas de O Caminho para Casa outro livro da autora que é muito elogiado, lançado pela editora Arqueiro. 
  Foi esse livro que despertou meu interesse em conhecer o trabalho da Kristin, eu ainda não li o livro, mas em breve pretendo remediar isso. Então decidi começar por Jardim de Inverno lançado pela Novo Conceito. 
 Jardim de Inverno foi uma leitura demorada, intensa e totalmente surpreendente. A premissa do livro nos garante uma história sobre questões familiares, mas posso afirmar que a narrativa vai muito além disso, exige muita atenção e se você for daquelas que choram facilmente assim como eu, corre o sério risco de ficar desidratada! (Um conselho: Não leia esse livro dentro de ônibus! Suas lágrimas chamarão atenção. *_*)
  Jardim de Inverno narra a história da família Whitson. Meredith e Nina são duas irmãs com personalidades muito diferentes, enquanto uma vive para a família e o trabalho, a outra construiu uma carreira que lhe permite não criar raízes em lugar algum e nem laços com ninguém. 
  Meredith é uma daquelas mulheres que não param um só segundo, mesmo já tendo criando as filhas e elas já terem saído de casa, ela se mantém ocupada todos os minutos de seu dia. 
  Sua empresa, afazeres domésticos e a as preocupações com a vida de suas filhas ocupam toda sua atenção, fazendo com que seu casamento com Jeff fique sempre em segundo plano. Tudo isso acabou por afastar os dois que agora são como estranhos vivendo em sua própria casa.
  Nina é uma fotojornalista que vive viajando em busca da melhor imagem, nunca fica por muito tempo em um mesmo lugar; ela namora o irlandês Daniel Flynn. Depois de quatro anos juntos ele deseja se estabelecer e construir uma vida ao lado de Nina, mas ela não divide esse desejo com Danny. 
  Depois de muito tempo longe uma da outra, Nina e Meredith voltam a ser encontrar quando seu amado pai sofre um ataque cardíaco e acaba morrendo. As duas estão juntas novamente em Belye Nochi, a casa onde viveram a infância que deixou marcas profundas nas duas. 
  Com a morte do pai as irmãs se encontram novamente na companhia de Anya Whitson, a mãe fria que sempre rejeitou as filhas e nunca demostrou sentir o menor carinho pelas duas. Toda a vida delas foi marcada pela falta de amor e atenção da mãe.
  Entretanto, havia um momento em que conseguiam vislumbrar emoção em Anya e isso acontecia toda vez que ela narrava o conto de fadas A camponesa e o príncipe. Assim, em seu leito de morte Evan faz um único pedido a Nina: Que ela faça sua mãe contar a história da Camponesa e o Príncipe até o fim. 
  E buscando cumprir a promessa que fez ao pai, Nina insisti até que Anya aceite narrar novamente o conto de fadas. Ela e Meredith só não esperavam que essa história que sempre pareceu algo sem importância guardasse as respostas que elas tanto buscaram a vida inteira. 
 Dali em diante, Nina ficara como Meredith, uma filha só do pai, que raramente falava com a mãe e não esperava nada dela. Fora a única forma que encontrara de se proteger da dor. Agora, precisava repensar esse hábito. Durante anos, olhava para a mãe sem realmente vê-la, assim como ela e Meredith haviam ouvido o conto de fadas sem realmente escutar. Elas haviam assumido que era apenas ficção; elas ouviram apenas para escutar a voz da mãe. Mas agora era tudo diferente. Para cumprir a promessa que fizera para o pai, Nina tinha que fazer mais que isso: precisava ver de verdade e ouvir de verdade. Cada palavra."  pág. 245 
   Jardim de Inverno foi um livro que se tornou com certeza inesquecível, Kristin Hannah superou todas as expectativas que eu tinha em relação à leitura. É uma história que nos transmite muita emoção, e arranca lágrimas com uma narrativa que deixa o leitor ansioso pelo desenrolar da história. 
  Os personagens são intensos e fortes, o grande destaque aqui é as mulheres, mas você só compreenderá isso ao término da leitura. Muitas vezes o comportamento e atitudes delas me incomodaram bastante não conseguia gostar de nenhuma das três; elas me pareceram muito frias, sem sentimentos e emoções, o que faz você perceber logo de cara que há um importante segredo ali para ser descoberto. Com o decorrer da leitura acabei torcendo por todas elas.  
  Anya é uma idosa de 81 anos que mesmo amando o marido não consegue demonstrar o menor afeto pelas filhas, ela é ríspida e nunca expressou sentir nenhum carinho pelas meninas que cresceram acreditando que a mãe as odiava e sem compreender o motivo desse ódio. Ela é uma mulher intrigante tão misteriosa que consegue confundir a cabeça do leitor. 
  Meredith a mais velha das irmãs foi a que sentiu de forma mais intensa essa rejeição a ponto de tudo isso interferir negativamente em sua vida com o marido. 
  Nina é um espirito livre, gosta de viver sem amarras e mesmo amando o namorado foge de qualquer indício de que o relacionamento se torne mais sério e permanente. É ela com sua determinação e insistência que percebe o quanto é importante conhecer de verdade a mãe. 
  A narrativa segue sem grandes surpresas até que Anya começa a narrar seu conto de fadas e juntamente com as personagens o leitor começa a perceber que dentro daquele conto há fatos importantes para o entendimento do conflito da história. 
 Jardim de Inverno é uma leitura intensa, cheia de detalhes e baseada em um fato marcante da História Mundial; o contexto dessa narrativa é um dos momentos mais cruéis da História. Ler sobre O Cerco a Leningrado na Segunda Guerra Mundial sob a perspectiva que esse livro oferece é de certa forma impactante para o leitor, é quase impossível não se sentir tocado com a narrativa. 
 Kristin Hannah tem uma linguagem fácil, envolvente e mesmo sendo um enredo com um fundo histórico pesado a leitura fluí bem e você se sente preso à narrativa. A autora mantém a curiosidade do leitor até o fim da leitura nos instigando a juntar as informações e descobrir os segredos de Anya. 
 A narrativa é desenvolvida em terceira pessoa com o foco em Meredith e Nina, mas isso se modifica um pouco a partir do momento em que Anya começa a narrar o conto. Ela começa a contar a história de forma impessoal primeiramente como apenas uma historinha de crianças e depois vai mudando quando a história fica mais detalhada. 
 O desfecho é ainda mais emocionante e cheio de surpresas e para mim foi totalmente inesperado. No final o leitor tem todas as explicações para compreender toda a história.
 O livro tem uma capa muito bonita e bem relacionada com o enredo, a diagramação é simples e as letras estão boas para leitura. Encontrei apenas um errinho de digitação, mas que não prejudicou a minha leitura ou compreensão. 
 Jardim de Inverno conta uma das histórias mais belas que eu já li, é uma leitura que fala sobre amor, força, sobrevivência, perdão e a importância do afeto em família. Mesmo que o Drama não seja o meu gênero favorito esse livro conseguiu se destacar e me conquistar.
  É uma leitura para aqueles que gostam de se emocionar, será impossível não se impressionar com um romance tão profundo. 

Um comentário:

  1. Rafa parabéns pela resenha gostei de conhecer sua opinião e um pouco mais sobre esse livro. Já li O caminho para casa e confesso que ele me emocionou e marcou muito, mas como vc falou as historias dessa autora são muito intensas e conseguem tocar nosso coração e mexer com nossas emoções. Mas vale a pena conhecer as mesmas.
    Bjos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim, por isso não economize palavras; adoro saber sua opinião! Caso tenha um blog deixe o link para que eu possa retribuir seu comentário. :D
Beijos da Rafa!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. Voltar ao Topo