Alma?


                                                                                           
Adicionar no SkoobCompre: Saraiva | Cultura | Submarino

    Desde que vi esse livro sendo lançado e pus os olhos nessa capa fiquei com vontade de ler, mas ele só se tornou um super desejado depois que li algumas resenhas elogiando muito a história e a escrita da autora. Então, mês passado eu decidi que não poderia mais esperar para ler o livro. 
  O que tenho a dizer é que depois de ter finalizado a leitura há dias, a história e os personagens ainda estão muito vivos na minha cabeça. Gail Carriger conquista o leitor com sua originalidade, escrita divertida e afiada. 
  Alma? narra a história de Alexia Tarabotti, uma moça de 26 anos considerada solteirona. Ela não se enquadra nos padrões de beleza por ter nariz grande, seios fartos e pele bronzeada.
  Ser filha de um italiano é mais uma condição para ser rejeitada pela sociedade e pelos pretendentes, mas ser uma preternatural de língua afiada é inaceitável. Isso porque a nossa heroína habita a Londres vitoriana onde Lobisomens, vampiros, fantasmas e humanos vivem civilizadamente. 
  Alexia é uma humana que nasceu sem alma e é chamada de preternatural porque com o seu toque tem o poder de neutralizar as forças sobrenaturais. E o último acontecimento só destaca ainda mais a propensão inevitável da Srta. Tarabotti para se meter em encrencas. 
  Depois de se sentir entediada e deslocada em um baile da sociedade e decidir se refugiar na biblioteca da mansão, ela dá de cara com um vampiro faminto e mal-educado que decide atacá-la sem sua permissão mandando ás favas todas as regras de etiqueta para essas situações. 
  Alexia que não é de ficar calada e muito menos quieta, fica muitíssimo ofendida e resolve ela própria ensinar boas maneiras ao abusado. Assim, o caos é instaurado quando ela acaba matando sem querer o vampirão esfomeado. 
 Por isso, não dá para evitar o encontro nada amistoso com o rabugento e mandão Lorde Maccon, Conde de Woolsey alfa dos lobisomens e manda-chuva do DAS - Departamento de Arquivos Sobrenaturais. O órgão que cuida dos assuntos sobrenaturais e mantém a ordem entre as criaturas e a vida em sociedade. 
 Mesmo não se bicando, Alexia e Lorde Maccon acabam juntos tentando desvendar uma intrigante conspiração que ameça colocar em risco a harmonia social já conquistada, e a vida de Alexia. A partir daí, eles embarcam entre farpas e mordidas em uma aventura muito perigosa. 
A srta. Tarabotti podia ter uma visão crítica do próprio rosto sempre que se olhava no espelho de manhã, mas não havia nada de errado com sua aparência. O conde só deixaria de notar esse detalhe tentador se tivesse bem menos alma e desejos sexuais. Mas é óbvio que ela sempre estragava o momento sedutor ao abrir a boca. Na humilde opinião dele, ainda estava por nascer uma mulher mais irritantemente tagarela." pág. 15
  Quando peguei Alma? para ler tinha expectativas muito elevadas em relação a história esperava que fosse uma leitura arrebatadora, depois de todas as resenhas que li não esperava menos do livro. Adoro quando minhas expectativas são alcançadas. 
  Nos primeiros capítulos a leitura foi até um tanto arrastada e lenta, mas isso aconteceu por eu ainda não estar familiarizada com as ideias propostas pela autora e com seu estilo de escrita. Depois que consegui assimilar todas as nuances que a história apresenta em relação a várias outras que já li, aí sim a narrativa tornou-se frenética e viciante. 
 Gail Carriger tem uma linguagem que conquista e empolga o leitor com tiradas bem-humoradas e expressões que deixam a leitura muito divertida. Depois que você se acostuma com todo o cenário criado pela Carriger a narrativa flui e envolve tanto que quando percebi já havia devorado o livro. 
  Os personagens é outro ponto forte do livro, Alexia encanta e cativa desde a primeira página, com sua personalidade forte, determinada e língua ferina sempre com uma resposta na ponta da língua. Lorde Maccon roubou meu coração com sua cara de poucos amigos, sua rabugice e atitude de macho alfa. Para mim as cenas mais divertidas são quando os dois estão juntos. 
  Até mesmo a mãe, irmãs, o beta de Lorde Maccon, professor Lyall e Lorde Akeldama são personagens secundários que movimentam a história e dão ainda mais um toque de comédia na narrativa. Destaque para Lorde Akeldama com suas expressões e apelidos com excesso de doçura, é hilariante, ele é um dos meus personagens preferidos. 
  A narrativa é desenvolvida em terceira pessoa e muito bem explorada. Fazia tempo que não encontrava um livro que me pegasse de jeito! rsrsrsrs
 O que me surpreendeu em Alma? foi encontrar cenas sensuais entre os protagonistas, gostei muito dessas cenas pela forma como a autora as descreveu; nada excessivo ou forçado e fora de contexto. Lorde Maccon e Alexia têm muita química e a autora teve muita delicadeza e cuidado para que isso não desviasse a atenção do conflito da história e das característica do Steampunk; temos o casal apaixonado e as cenas de amor, mas temos também a aventura, o mistério e os enigmas a serem desvendados, tudo na medida certa. 

   
  O trabalho feito pela Editora Valentina na diagramação do livro é muito caprichado, desde a capa, as orelhas do livro, a contracapa, a lombada e principalmente as páginas evidenciam o cuidado que a editora teve com o livro. Dá gosto de ler algo tão bem feito. 
  O final é de tirar o folego e ainda deixa ganchos suficientes para o leitor ansiar desesperadamente o segundo livro da série. O Protetorado da Sombrinha tem tudo para entrar para minha lista de séries preferidas. 
 Para completar, ainda encontramos uma entrevista muito legal com a Gail Carriger no final do livro, o que permite o leitor saber mais do processo de construção dos personagens e da história. 
  Alma? é uma brilhante história, cheia de originalidade e ousadia com uma protagonista imponente e marcante que fisga o leitor com seu jeito de ser, cheio de atitude. 
 E aí, tem alguma dúvida de que recomendo? Se ainda não leu corre lá e boa leitura! :)  
                                                                               

4 comentários:

  1. Ganhei esse livro em um sorteio, mas ainda não li. ótima resenha.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Esse livro já está na minha lista, eu achei a sinopse incrível!
    E o melhor é que tenho uma fascinação por livros que deixam a gente ansiosa pela continuação. =)

    Milhões de beijos

    www.reticenciando.com

    ResponderExcluir
  3. Ao contrário de você, vejo Alma? por aí e passo a vista por cima, a sua é a primeira resenha que me interesso em ler. Estou sofrendo com a leitura de A corte do ar, que também é steampunk porque não consigo me dar com as ideias criadas, sempre fico confusa e sonolenta, rsrs. Talvez, por ter pegadas mais bem humoradas, esse livro seja mais simpático de ler. E quando os personagens conquistam o leitor... :D

    Fiquei bem interessada!

    www.amorporclassico.com

    ResponderExcluir
  4. Rafa queridona amei sua resenha e se já tinha curiosidade em ler essa série fiquei com ansiedade para ler esse livro. Pretendo investir nele em breve. Como sempre sua resenha ficou ótima e bem estruturada, pude ter uma noção de todos os aspectos do livro. Parabéns pelo lindo trabalho que vc vem fazendo aqui no Fascinada por Histórias.
    Beijos e sucesso!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim, por isso não economize palavras; adoro saber sua opinião! Caso tenha um blog deixe o link para que eu possa retribuir seu comentário. :D
Beijos da Rafa!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© FASCINADA POR HISTÓRIAS - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo