maio 28, 2014

Querido Diário.



                  Adicione no SkoobCompre: Saraiva | Buscapé
                                                 
    Quando recebi esse livro ele não me chamou muito atenção porque pensei que fosse um livro apenas informativo, depois de ler algumas resenhas comecei a ficar curiosa e percebi que o livro além ser informativo traz também uma história bastante realista que envolve muito suspense e deixa o leitor ansiosa para saber qual o desfecho da situação.
  Querido Diário conta a angustiante história de duas adolescentes com os dramas típicos da idade, Maxine e Leah têm doze anos e são melhores amigas, estudam juntas e juntas também descobrem o mundo virtual. Mesmo contra a vontade dos pais que sempre impediram que Max tivesse contato com a internet, ela começa a explorar o mundo digital no computador de Leah e no laboratório de informática da escola. 
  As duas criam um perfil falso para conversar com outras pessoas em salas de bate-papo na internet. Entretanto, o que era apenas curiosidade se tornou um vício para as duas garotas, até que elas conhecem o "D_Mais". Ele se dizia um garoto de dezesseis anos e aos poucos ganha a confiança das meninas mantendo um contato mais frequente. 
  Depois de um tempo Leah começa a se comunicar com uma outra pessoa chamada de "FitBoy" e Max assume sozinha o perfil que as duas haviam criado e também o contato com o "D_Mais". Maxine enfrentava vários obstáculos para poder utilizar a internet, já que não possuía computador e seus pais eram mais presentes e preocupados com a filha, o que não acontecia com Leah. Ela tinha mais liberdade, os pais estavam sempre trabalhando e seu acesso ao mundo digital não tinha nenhum empecilho. 
 Assim, depois que ocorre um desatendimento entre as amigas e elas começam a se afastar Leah some misteriosamente deixando todos chocados e aflitos; e sua melhor amiga desesperada afundando em um sofrimento que afeta todos os aspectos de sua vida.
  

   Querido Diário foi um livro bem surpreendente é daquele tipo de leitura que fica na memória mesmo depois de bastante tempo. A narrativa é muito rápida e evolui de tal forma que quando você percebi o livro já terminou. A forma como a autora narra a história é um dos motivos de a leitura ser tão fluida. 
 Os personagens são muito bem construídos, no inicio o leitor tem a impressão de que a Maxine é uma garota bobinha e infantil, mas no decorrer da narrativa percebemos a força que ela tem, a determinação e mesmo passando por um grande sofrimento e por algo que pode traumatizar qualquer pessoa ela se mantém firme e decida em suas atitudes. 
 O livro é narrado em primeira pessoa do ponto de vista da Maxine e a narrativa ocorre na forma de um diário, onde a protagonista expressa seus sentimentos, emoções e desabafa sobre um acontecimento terrível de sua vida. Assim, o leitor consegue sentir o sofrimento da Max; ela vai nos informando sobre coisas da sua atual vida cotidiana para por fim introduzir o assunto do desaparecimento de sua melhor amiga e como isso aconteceu. 
 O tema abordado pela autora é o ponto alto da narrativa, a história da Max é um alerta não só aos adolescentes, mas a qualquer pessoa que está em constante contato com mundo virtual. Kilbourne fisga a atenção do leitor através de todo o suspense que envolve o sumiço de Leah deixando o leitor em constante expectativa e torcendo por um bom desfecho. 
 Eu já disse em outra resenha o quanto gosto da estética dos livros da Companhia Editora Nacional, o trabalho é de muita qualidade. Em Querido Diário a diagramação está impecável, o livro segue todas as características de um diário, as páginas tem linhas, as letras são grandes e passam a impressão de que o livro foi escrito à mão. Não há divisão em capítulos e acompanhamos a passagem do tempo por meio da data no topo das páginas. Outra coisa que gosto nos livros da editora é o papel que tem uma textura diferente de outros livros, é bem mais resistente. 
 A capa transmite toda a tensão e angustia da história, além de ser muito bem elaborada. No final do livro a autora ainda traz algumas dicas de segurança na internet tanto para os jovens quanto para os pais, elas são muito úteis e é sempre bom destacar.    
 Em meio a narrativa encontramos também os e-mails que a Maxine recebeu do "D_Mais", isso trouxe ainda mais embasamento e consistência para a história porque dá ao leitor uma ideia de como esses crimes virtuais acontecem. 
 A meu ver a autora só pecou nas explicações sobre o desaparecimento da Leah fiquei esperando um aprofundamento do caso e mais explicações de como tudo ocorreu, mas é compreensível considerando que temos a história do ponto de vista de uma adolescente de pouca idade, ela não tem acesso a informações mais completas do caso. 
 Querido Diário é uma leitura arrebatadora e legítima; e nos mostra que mesmo parecendo inofensivo, o mundo virtual pode ser extremamente perigoso quando não tomamos os devidos cuidados.

3 comentários:

  1. Não conhecia o livro, mas fiquei morta de vontade de ler...
    Adoro livros em forma de diários.
    ótima dica

    ResponderExcluir
  2. Enquanto lia "Querido diário" no ônibus quase não me contive, meus olhos encheram de lágrimas e tive que interromper a leitura momentaneamente. Mas de fato, é o tipo de livro que você termina a leitura mas ela permanece contigo, na sua mente, por muito tempo.

    ResponderExcluir
  3. Amiga estava mega ansiosa para saber sua opinião sobre esse livro. Simplesmente amei e quero com certeza ler. Esse tema é muito importante para ser lido e discutido porque as leis nesse campo ainda estão em construção então o máximo de cuidado que pudermos ter melhor.
    Ah entendi esse livro foi em parceria. Parabéns pela leitura e resenha viu!!! Valeu pela dica!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim, por isso não economize palavras; adoro saber sua opinião! Caso tenha um blog deixe o link para que eu possa retribuir seu comentário. :D
Beijos da Rafa!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. Voltar ao Topo