09/07/2014

Despertar - A Bandeja.

Autora: Lycia Barros
Editora: Arqueiro
Páginas: 240
Gênero: Romance
Avaliação: 
                   Skoob | Saraiva | Submarino | Cultura 


   Há muito tempo queria ler esse livro, mas a oportunidade nunca surgiu. Sempre li resenhas elogiando bastante a história e isso só fazia despertar ainda mais a minha curiosidade. Portanto, quando soube que ele seria relançado pela Editora Arqueiro não pude deixar a oportunidade passar. 
  A Bandeja é o primeiro livro da série "Despertar" que conta a história de descobertas da jovem Angelina, ela tem dezenove anos é uma garota que vem de uma família cristã com valores de conduta muito fortes e está vivendo a maior mudança de sua vida ao ir para a universidade no Rio de Janeiro. 
 Morar em uma república e longe dos pais é o seu primeiro ato de independência e Angelina não poderia estar mais animada com sua nova vida, mesmo tendo que dividir o quarto com Michele que é o total oposto dela.   
  Logo no primeiro dia de aula Angelina conhece Alderico, um rapaz que a deixa deslumbrada com sua beleza. Ela fica imediatamente atraída por ele e é surpreendida ao descobrir que Rico, como é conhecido é seu professor de linguística. 
  A atração entre os dois é forte e intensa, assim eles acabam se envolvendo apesar da diferente de idade e da relação professor/aluna. Angelina se entrega completamente a essa relação, sem ouvir conselhos de ninguém abandonando completamente todos os princípios que sempre fizeram parte de sua vida. 
 Ela só não imaginava que essa paixão pudesse colocar sua fé à prova, afastá-la de tudo que antes era importante em sua vida e levá-la a entrar em conflito consigo mesma. 
[...] Assim é Aquele em que nós confiamos: valente e vitorioso. Não esqueçam, às vezes o que parece o fim pode ser a chance de um recomeço, e recomeçar é sempre uma coisa boa!" pág. 98
  Essa foi uma daquelas leituras que estava se encaminhando para ser um livro que não me agradaria tanto e em determinado momento da história isso mudou completamente. Eu não tive empatia com a protagonista que conseguiu me irritar a maior parte do tempo, suas atitudes e maneira de lidar com Rico quase me fizeram desistir da leitura. 
  A narrativa é fluida, a autora tem uma linguagem fácil e objetiva, mas a personalidade da protagonista deixou a leitura arrastada e desinteressante para mim, até a metade do livro quando a trama deu uma virada e eu pude compreender a razão das atitudes da Angelina. 
  O livro é narrado em primeiro pessoa do ponto de vista da Angelina e assim podemos acompanhar a mudança e o crescimento da personagem; a narrativa tem início com ela de um jeito e termina mostrado uma Angelina bem diferente e mais madura.   
 Os personagens secundários têm grande influência dentro da narrativa, Michele me surpreendeu bastante por ter se mostrado uma grande amiga da Angelina. O Rico acabou se mostrando meio que um antagonista dentro da trama e apesar de ele ter me impressionado, eu gostei da forma como a Lycia construiu o personagem. 
  A minha empolgação com a leitura começou a surgir quando Dante entrou na história, quem já leu o livro sabe o motivo. Ele é um personagem tão fofo que deu um novo brilho para a trama, com sua sensibilidade, opiniões fortes, fé inabalável além de ser um cara apaixonante. 
  O ponto alto desse romance é a linda mensagem de fé que a autora nos passa, o livro tem fortes concepções cristãs, mas não sentimos como se as referências religiosas fossem forçadas ou absolutas. O que percebemos é a mensagem de amor à Deus; e eu como católica me senti tocada pela forma como a religião foi abordada no livro.  
  Eu gostei muito mais dessa capa do que das outras anteriores do livro, é bem mais condizente com a história e bem delicada. A diagramação é simples, mas agradável com letras em tamanho confortável para leitura e páginas amareladas. Os capítulos são um pouco longos, mas não atrapalham na evolução da narrativa.
   A Bandeja foi uma leitura leve que me proporcionou bons momentos de reflexão com uma narrativa repleta de momentos doces para guardar no coração. O final é bem previsível, já esperava por aqueles acontecimentos, mas senti como se ainda tivesse história para contar e estava aguardando isso, mas pelo que pesquisei o segundo livro da série contará a história de outro personagem e não mais da Angelina, ou seja, a série conta com livros independentes. 
   Quem gosta de histórias de amor embutidas com lições que te estimulam a repensar suas atitudes, a evoluir sua forma de pensar e fortalecer seus princípios está é sua leitura certa!    

3 comentários:

  1. Rafa que máximo saber sua opinião. Depois de ler sua resenha e outras na blogsfera que confio confesso que me arrependi de não ter solicitado esse livro =\ mas na próxima oportunidade aproveitarei. Não sabia que os livros da série são independentes, valeu pela informação.
    Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Rafinha Linda! s2

    To com esse aqui na mão pra ler!
    Solicitei ele pois faz tempo que não leio nenhum nacional e fiquei interessada pela sinopse!
    Aaah essas personagens que nos fazem querer entrar na história para lhes dar dar umas bofetadas! kkkk
    Acho que quando o autor consegue me fazer sentir isso é pq sabe escrever viu! kkkk

    Assim que eu terminar te conto se gostei!

    Beijokinhaaass!! s2

    ResponderExcluir
  3. Olá td bem?
    To lendo bastante resenhas positivas sobre esse livro. Preciso conferir....
    Não sabia q era uma serie c livros independentes...
    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim, por isso não economize palavras; adoro saber sua opinião! Caso tenha um blog deixe o link para que eu possa retribuir seu comentário. :D
Beijos da Rafa!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. Voltar ao Topo