23/02/2015

Desafio.

Autora: C. J. Redwine
Editora: Novo Conceito
Páginas: 368
Tradução: Ivar Panazzolo Júnior
Gênero: Distopia
Avaliação:

                              Skoob | Saraiva  

   A primeira vez que peguei esse livro para ler não estava no clima para leituras desse gênero e acabei deixando o livro de lado; deveria ter insistido e continuado, pois teria valido o tempo empregado. O bom é que uns dias atrás a vontade de lê-lo surgiu novamente e desta vez só larguei o livro depois da última página.
  Desafio tem uma trama padrão do gênero Distopia, mas traz uma narrativa cheia de ação que deixa o leitor sem fôlego e ansioso para cada acontecimento seguinte. 
  A história gira em torno de Rachel Adams, uma garota de dezesseis anos que vive em uma cidade chamada Baalboden cercada por muralhas e dominada pelo Comandante Chase, um homem cruel e ditador que amedronta a todos os habitantes. Nesta cidade as mulheres e garotas precisam sempre obedecer seus protetores, esses protetores são os homens da família, pais ou maridos; as mulheres não podem dar um passo sem estar acompanhadas de seus protetores. 
 Rachel é diferente das outras garotas, enquanto as moças se preparam para a tão aguardada cerimônia da "Toma" e para ser passivas donas de casa, Rachel foi criada por seu pai para ser uma guerreira capaz de usar uma espada com habilidade. Quando seu pai é declarado morto em uma de suas missões fora da cidade, Rachel acaba ficando sobre a guarda de um novo e indesejável protetor: Logan McEntire. 
  Logan é aprendiz de Jared, pai de Rachel e o cara por quem a garota sempre foi apaixonada, mas que a rejeitou. Desde então eles têm uma relação conflituosa, agora ele é o único responsável por Rachel e será uma tarefa árdua conter a jovem de temperamento forte e bastante teimosa, ainda mais agora que ela está decidida a fugir de Baalboden para encontrar o pai, pois acredita que ele está vivo. Só que esse plano é bastante arriscado e colocará em risco a vida de Rachel e das pessoas que ela ama.

[...] Não sentir nada além da fúria e determinação me fortalece. Em breve, o Comandante vai saber exatamente o quanto ele me fortaleceu". pág. 264

  Eu leio pouca distopia, pois a trama sempre tem como fundo uma sociedade decadente comandada por alguém cruel, impiedoso e brutal, mas Desafio conseguiu chamar minha atenção precisamente por conta dos personagens e do conflito que envolve os dois. C.J.Redwine conseguiu construir uma história com as características básicas do gênero, mas inseriu na trama ingredientes que fizeram do livro uma leitura distinta e marcante. 
   O livro conta com personagens bem elaborados que não  nos decepcionam em suas ações, nossa heroína é forte, determinada uma guerreira nata que foi criada para ser independente e capaz de se defender por conta própria. Rachel é decida luta bravamente contra a tirania do Comandante Chase, ela também é uma garota apaixonada e rejeitada, mas que não deixou esse fato determinar sua vida. 
   Logan é um inventor criador de vários objetos fundamentais para a realidade de guerra em que eles vivem. Ele é um homem que só deseja escapar das mãos do Comandante Chase, logan esconde sua verdadeira natureza atrás de uma fachada de homem calmo, controlado e inofensivo. 
  Logan e Rachel têm uma química intensa que ameça explodir a todo momento durante a narrativa, o suspense em relação aos dois é constante e deixa o leitor com muita expectativa ao longo da leitura. No entanto, se engana quem pensa que o romance é o foco neste livro, o destaque principal é a batalha e conflito envolvendo a cidade Baalboden
  A narrativa flui bem e a leitura é rápida por conta dos vários momentos de ação é difícil largar o livro até a última página. A história é contada em primeira pessoa com capítulos alternados entre Rachel e Logan; eu agradeço às autoras por utilizarem cada vez mais esse recurso é ótimo acompanhar os dois lados da trama. 
[...] Não sei como explicar e não me incomodo em tentar fazê-lo. Basta saber que eu preciso dela como nunca precisei de ninguém. Só pensarei no que fazer a seguir depois que a encontrar [...]" pág. 231

 Como não amar essa capa? Muito linda e combina perfeitamente com a história, a diagramação é simples, as letras são confortáveis para leitura e as páginas são amarelas preferência essencial dos leitores. 
  Desafio foi uma leitura que superou minhas expectativas e como livro de estreia deixou um gostinho de quero mais e grande ansiedade pela continuação; o final beira ao desespero e a autora conseguiu deixar ganchos importantíssimos para o próximo livro; prevejo ainda muita aventura vindo por aí. 
   Para quem gosta de distopias e aventura Desafio é uma ótima dica de leitura. Eu já estou mais do que curiosa para conferir a continuação e saber o que acontecerá com os habitantes de Baalboden

Próximos livros da trilogia, ainda sem lançamento no Brasil. 

5 comentários:

  1. Também leio poucas distopias, eu prefiro outros gêneros rs mas eu gosto de Distopias (Estranho néh?). Desafio parece ser bom e fiquei interessada para ver o relacionamento da Rachel e Logan (mesmo você falando que romance não é o foco do livro haha). No momento eu não o leria mas não deixaria passar a oportunidade de ler no futuro ^^

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
  2. Oi Rafa,
    Eu acho essa capa linda, mas sabe aquela sensação de 'já vi isso em outro lugar", não consegue me abandonar toda vez que eu leio alguma coisa sobre esse livro. Eu gosto de distopias, e quem sabe no futuro eu não sinta vontade de ler. Adorei a resenha.

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. OI Rafa! Lembro que na época que li você comentou que iria ler também. Eu gostei bastante, curto muito distopias e esta é das boas, estou ansiosa pela continuação, eu e outra amiga blogueira estávamos comentando esta semana que a NC poderia lançar o segundo ainda este ano.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  4. Rafs, eu AMO distopia e leio praticamente todas que aparece pela minha frente HAHA Confesso que ainda não li Desafio :/ Já tinha visto muitos comentários negativos e ultimamente estou dando mais chances para as obras que têm uma probabilidade maior de me agradar. Não tenho mais tempo para "desperdiçar", entende? Só que agora, depois de ler sua resenha (positiva!) desse livro, fiquei morrendo de vontade de ler <3 Dependo de como eu estiver aqui com minha lista de futuras leituras, darei logo, logo uma chance a esse livro. Estou bem animada (e curiosíssima pelo final)! :D

    Brunna Carolinne - My Favorite Book - @MFBook
    myfavoritebook-mfb.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Concordo com vc que devemos ler o livro no momento que ele nos chama, assim aproveitaremos bem mais a história e a mensagem que ele tem para nos passar.
    Desde o lançamento desse livro fiquei interessada em ler, mas estou no aguardo dos outros para investir na trilogia completa e ler seguido. Enquanto isso vou acompanhando as opiniões pela blogsfera. Também gosto de distopias e tenho até algumas aqui em casa para ler.
    Enfim, parabéns pela leitura e pela ótima resenha. Valeu pela dica de leitura.
    Beijos

    Leituras, vida e paixoes!!!!

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim, por isso não economize palavras; adoro saber sua opinião! Caso tenha um blog deixe o link para que eu possa retribuir seu comentário. :D
Beijos da Rafa!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. Voltar ao Topo