06/04/2015

Fingindo.

Autora: Cora Carmack
Editora: Novo Conceito
Páginas: 336
Tradução: Paulo Polzonoff Junior
Gênero: New Adult
Avaliação:

                      Skoob | Saraiva | Submarino | Extra
 
  Quando li Perdendo-me, primeiro livro da Cora Carmack logo fui arrebatada pelo estilo de escrita da autora, sua narrativa é muito envolvente e isso aliado ao cenário instigante que os New Adults oferecem só deixam a leitura ainda mais atraente.  
 Com Fingindo não foi diferente, aqui o protagonista é Cade Winston, que conhecemos em Perdendo-me, ele é um dos melhores amigos da Bliss além de ser super apaixonado por ela. No primeiro livro ele não me surpreendeu tanto, mas em Fingindo Cade conseguiu mostrar a que veio. 
 Cade ainda sofre vendo Bliss e Garrick juntos, ele ainda é apaixonado pela amiga, mesmo sabendo que não tem a menor possibilidade de tê-la. Sua vida profissional também não vai nada bem, tudo parece um desastre até que Max entra em sua vida.
  Mackenzie é uma garota que dedica toda sua energia em sua carreira musical, mas para se dedicar totalmente a isso ela precisa da ajuda financeira dos pais. O problema é que eles são bastante conservadores e não aprovam e nem aceitam a personalidade forte, as tatuagens, piercings e cabelos coloridos que são marca registrada de Max.  
  Quando seus pais decidem lhe fazer uma visita surpresa, Max não tem outra saída a não ser pedir que um desconhecido finja ser seu namorado por um dia. Cade fica intrigado com o pedido inusitado, mas aceita a proposta e o que era apenas faz de conta parece prestes a se tornar realidade. 

[...] Viver é difícil. E todos os dias nossos ombros pesam mais e nós acumulamos mais bagagem. Assim, paramos e respiramos fundo, fechamos os olhos, apagamos a mente. É natural. Desde que você abra os olhos e siga em frente." pág. 197

   New Adult é um gênero que amo demais por isso sempre fico ligada nos lançamentos do gênero e desde o primeiro livro, a Cora Carmack tem conseguido prender minha atenção e me deixar muito satisfeita com suas histórias. Para mim Fingindo foi ainda melhor que Perdendo-me, e neste caso o mérito foi todo dos protagonistas. 
  Cade e Max tem personalidades extremamente diferentes, ela é toda intensa e ao mesmo tempo que luta pelo que deseja demonstra uma certa fragilidade em mostrar quem realmente é. Ele é o cara perfeito, que sempre fez tudo certo é o "menino de ouro" como a Max o chama, mas Cade está cansado de ser sempre o bom moço. 
  O mais legal nessa história é que Cade e Max não tem muita coisa em comum, no entanto eles se completam de forma impressionante, os dois aprendem muita coisa juntos e esse crescimento e aprendizado fica nítido ao logo da narrativa. No primeiro momento pensei que o casal não fosse funcionar, mas a autora foi capaz de me surpreender ao juntar duas pessoas tão improváveis com bastante química e que se tornam perfeitas juntas. 
  A escrita da Cora é envolvente e faz o leitor mergulhar na trama de tal forma que você não vê as páginas passando e devora o livro em pouco tempo. A leitura é extremamente rápida e quando termina a vontade de ler o próximo é constante. 
 Abracei Max, e ela chorou até que os acontecimentos da manhã desaparecessem, até que o presente pegasse carona no passado. E até que eu soubesse que não poderia mais viver sem ela." pág. 309

  A trama é narrada em primeira pessoa como os capítulos alternados entre os protagonistas nos dando a oportunidade de conhecê-los mais profundamente. Esse estilo de narrativa se encaixou perfeitamente nessa história, pois conseguimos compreender melhor as reservas e inseguranças da Max. 
  As capas dessa série são simples, mas muito bonitas. O título do livro foi algo que chamou muita atenção e depois da leitura concluí que combina muito bem com a história e o contexto retratado. 
 A diagramação é simples, os capítulos são curtos, as páginas são amarelas e as letras tem bom tamanho. 
  Fingindo é uma leitura que vai muito além do que apenas uma história de amor e de um relacionamento que começa com uma farça; o livro fala sobre aceitar e assumir seu verdadeiro eu, sobre enfrentar as dificuldades, medos e fraquezas com valentia e sempre seguir em frente. Para quem gosta de romance com uma bela mensagem esse é o livro certo! 
                                                                 

4 comentários:

  1. Rafaela, gostei profundamente como você conduziu a sua narrativa crítica sobre o livro "Fingindo". O seu comentário foi muito bem organizado, estruturado, artístico e ético sem nenhuma sobra ou pieguice.
    Meus Parabéns pelo seu trabalho!!

    ANDREAS NORA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Andreas!
      Muito obrigada pela visita e pelo comentário. Fico feliz que tenha gostado do texto! :)

      beijos!

      Excluir
  2. Oiiiêê,
    eu estou mais que necessitando ler esse livro, eu já li o primeiro volume e amei, a escrita dessa moça é muito boa, kkk, e essa capaa ta muito divina, só vi elogio desse segundo, espero comprar o mais rápido pocivel
    Bjks

    Passa no meu blog: http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Amiga confesso que quando li a resenha de Perdendo-me não fiquei curiosa com a história, mas Fingindo me pegou. Após ler suas impressões confesso que fiquei com vontade de saber se Cade e Max se entenderão mesmo com tantas diferenças.
    Parabéns pela resenha, muito bem estruturada e argumentada.
    Valeu pela dica. Beijos

    P.s. Acho que as capas dessa série deveriam ser mais caprichadas. Gosto dessas não
    😦 =(

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim, por isso não economize palavras; adoro saber sua opinião! Caso tenha um blog deixe o link para que eu possa retribuir seu comentário. :D
Beijos da Rafa!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. Voltar ao Topo