Em pedaços


      Autora: Lauren Layne | Editora: Paralela | Páginas: 248 | Gênero: New Adult | Avaliação: 4/5

                                                                    Skoob | Amazon

Depois de ter me apaixonado pela série Amores Improváveis da Elle Kenedy fiquei com grandes expectativas assim que soube do lançamento de Em pedaços da Lauren Layne. Pelo que andei pesquisando a série segue a mesma linha de Amores Improváveis, no melhor estilo New Adult e como amo esse gênero estava certa de também gostar de Em pedaços. 

Me surpreendi em não apenas gostar, mas me render totalmente a narrativa, Lauren Layne me surpreendeu bastante em construir uma história com profundidade na medida certa para manter o leitor vidrado na leitura do início ao fim. 

Em pedaços nos apresenta a história de Oliva Middleton e Paul Langdon, ambos são personagens quebrados que tentam superar traumas do passado. Olivia é uma jovem que sempre viveu em meio ao luxo que o dinheiro pode comprar, sua beleza e inteligencia encanta a todos; ela tinha a vida perfeita toda planejada em Manhattan, mas decide abandonar a faculdade e as expectativas da família para ser cuidadora de um veterano de guerra que voltou com ferimentos traumáticos.

A história tem início a partir da viajem de Olivia para Bar Harbor, Maine. Lá ela conhece Paul Langdon, Olivia é totalmente surpreendida ao perceber que será cuidadora de um homem jovem que possui um temperamento irascível e tempestuoso. Além das marcas e cicatrizes externas, Paul está completamente destruído internamente, depois de sobreviver aos horrores da guerra do Afeganistão ele desistiu da vida, vive isolado em uma mansão mantida por seu pai que não sabe mais o que fazer para ajudar o filho. Paul sempre dá um jeito de se livrar de todas as cuidadoras que seu pai manda para lhe fazer companhia.

Entretanto, desta vez ele não conseguirá se livrar de Olivia tão facilmente. Seu pai decide lhe dar um ultimato, ou ele tenta ao menos conviver com a nova cuidadora por três meses ou terá que deixar a casa onde vive e esquecer a mesada que recebe do pai. Paul precisa muito do dinheiro, portanto ele terá que engolir com muito custo a presença de Olivia em sua vida.



Esse é típico romance "gato e rato", daqueles que o casal protagonista vive em pé de guerra e nenhum dos dois quer dar o braço a torcer; confesso que esse é o meu tipo preferido de romances e esse livro me conquistou por trazer personagens bem reais que demonstram seus defeitos e aprendem com seus erros evoluindo ao longo da trama. Tanto Paul como Olivia possui temperamento forte e personalidades marcantes, onde ele é intenso, explosivo e cabeça dura, ela é doce, determinada e consegue aos poucos e com pequenas atitudes penetrar a armadura que ele construiu em torno de si a fim de se proteger contra a rejeição e o julgamento das pessoas. Uma das partes mais tocantes do livro é ver Paul retornando ao mundo e enfrentando seus fantasmas e medos. 

O livro é quase que todo centrado em Olivia e Paul se se passa em grande parte na mansão onde ele vive recluso, temos alguns personagens secundários na trama, mas nenhum que se destaque significativamente. Em pedaços é o primeiro livro da série Recomeços, que narra histórias com personagens diferentes; esse livro em especial possui alguns elementos que lembram o conto A Bela e a Fera e por isso já fiquei curiosa para fazer a leitura. 

A narrativa é desenvolvida em primeira pessoa com ponto de vista alternado entre os protagonista, então é possível ter acesso mais amplo aos sentimentos e pensamentos dos personagens. Lauren Layne possui uma escrita fluida e muito envolvente, a leitura é rápida e viciante; esse é o tipo de livro que prende o leitor do início ao fim. 



A diagramação é simples, mas agradável. Não encontrei erros de revisão e não achei a capa tão harmoniosa com a história, mesmo assim é bonita e segue o estilo dos livros New Adults. 

Em pedaços é um romance bem clichê do tipo que traz uma história previsível, mas é impossível não se apaixonar pelos personagens tão cativantes e pela trama que fala sobre recomeços, superação e crescimento. Lauren Layne me conquistou com sua escrita viciante, já estou mais do que ansiosa pelos próximos lançamentos da autora no Brasil. Leitura recomendada para quem busca algo leve, mas encantador!

                                                      Você encontra o livro 👉 Amazon


*Comprando com os links disponibilizados você está contribuindo para o crescimento do blog. Muito Obrigada! 💗
* Não esqueça de participar do Comentarista Premiado de Junho, confira o post oficial com todas as regras. 
                                                                         

19 comentários:

  1. Oi, Rafa.

    Apesar de ser uma história clichê, é nítido a clareza que a autora teve em explorar os dramas pessoais dos personagens, com uma narrativa convidativa. Ainda mais por se tratar de dramas marcantes... O que deixa a leitura mais envolvente e de fácil apreço.

    Os personagens têm traços envolventes, apesar do Paul ter dificuldades em lidar com todas as suas feridas. O ponto de vistas de ambos, realmente, torna a trama talvez mais densa, mas também mais compreensível em relação ao drama de cada um.

    Sei que vai ser uma leitura que eu vou curtir bastante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daiane!
      Eu amei demais a leitura e a escrita da autora é deliciosa! <3

      Excluir
  2. A história é bem Clichê porém é um dos melhores livros do gênero que eu li esse ano pelo que eu soube autora ia lançar uma continuação apesar de não achar bem necessário eu mesmo assim estou ansiosa em ler ela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carolina!
      Eu amo um clichê, realmente foi um dos melhores para mim também. Não sabia que teria uma continuação, vou ler com certeza. :)

      Beijos!

      Excluir
  3. Gosto muito de histórias com pontos de vista alternados. Preciso muito saber o que os envolvidos estão pensando e sentindo. Não curto NA justamente por tanto abusar do clichê: é personagem com pai ou mãe com uma doença terminal ou cicatrizes externas e internas ou bad boy que se apaixona pela nerd. Resumindo, tudo tende ser um dramalhão. Só fiquei bem curiosa pra saber o motivo de ela abandonar tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jois!
      Eu amo NA justamente por esses assuntos mais complexos! hahahaha
      As narrativas com postos de vista alternados são minhas preferidas, gosto de acompanhar a visão dos dois personagens diante dos acontecimentos. :)

      Beijos!

      Excluir
  4. Rafa, eu fiquei sabendo que Em Pedaços é uma releitura do clássico A Bela e a Fera, e como sou completamente apaixonada por essa história, fiquei louca quando vi o livro. Concluindo a resenha, percebi que existem sim, semelhanças com o clássico, como Paul no papel do príncipe amaldiçoado, pelas cicatrizes que trouxe da guerra.
    Também amo histórias que nos mostram a superação, um novo recomeço e claro, o irresistível romance. Lerei, sem dúvidas!!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  5. Romances apesar de clichês, sempre trazem boas histórias para termos uma leitura mais leve e agradável. Já fiquei curiosa para conhecer os personagens, pois acho que um vai completar o que falta no outro, e dai surge um grande amor!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Rafa, tudo bem? Eu também curti a autora, já tinha gostado do livro Mais que amigos e adorei Em Pedaços. Teve vezes que tive vontade de bater no protagonista, mas ainda assim gostei bastante da história e quero ler mais livros da autora.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oi, Rafa!
    Confesso que não curto tanto o gênero New Adult, mas sempre arrisco a leitura quando o livro me interessa... Ainda não li a série Amores Improváveis da Elle Kenedy mas pretendo, assim como também pretendo ler Em pedaços da Lauren Layne... Assim como acontece com você romances do tipo "gato e rato" é também o meu tipo preferido de romance, e eu amo o conto A Bela e a Fera, então acredito que irei amar conhecer a história de Olivia e Paul, ainda mais pelo livro ser narrado por ponto de vista alternado entre os protagonista, confesso que prefiro quando os livros são narrados dessa forma...
    Enfim, amei sua resenha! Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Dá para perceber que a história se trata de um completo clichê, mas está claro que a maneira como a autora desenvolve a narrativa e os personagens faz com que a gente goste da trama. E se você ficou apaixonada pela obra eu tenho absoluta certeza que vou amar também, porque venho acompanhando as suas resenhas e vi que somos compatíveis em gostos literários.
    Ameis demais!
    Beijos, Rafa!

    ResponderExcluir
  9. Rafa não conhecia esse livro mas como temos gostos parecidos confesso que fiquei curiosa e se tiver oportunidade pretendo ler. Amei a dica e conhecer um pouco mais do enredo e da estrutura da narrativa me dera uma noção do que esperar. Enfim parabéns pela leitura e pela resenha. Beijos linda.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  10. Eu estou doida pra ler esse livro!! Eu também amei a série Amores Improváveis, e gosto bastante de livros nesse estilo. Já percebi que a história é apaixonante e super fofa, e tenho que vou amar. E adorei saber que o livro também tem elementos que lembram A Bela e a Fera, eu amo esse conto <3 Com certeza o livro já está na minha listinha *u*

    Beijos ^^

    ResponderExcluir
  11. Oi Rafa!

    Tudo bem? Eu estou doidinha por esse livro! Confesso que da série Amores Improváveis eu amei o primeiro, gostei muito do terceiro e achei os outros dois meio fracos.

    O que mais chamou a minha atenção na sua resenha foi o comentário sobre a relação "gato e rato" entre os protagonistas. Minha favorita porque sempre gera cenas bem engraçadas.

    Tomara que consiga ler em breve, sua resenha me deixou ainda mais ansiosa para conhecer Em Pedaços.

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  12. O fascinante do mundo literário é acompanhar olhares diferentes sobre uma mesma história, tenho visto pessoas que amaram e outras não esse livro, eu particularmente amei o primeiro livro da série e não vejo a hora de ler. Amo clichês sempre bem construídos se toram meus amorzinhos. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  13. Oi, Rafa!
    Ai, histórias clichês são sempre tão divertidas de acompanhar (porque sempre dá pra ter aquele detalhe que faz a diferença). Pelo o que você comentou, os dois personagens conseguem se desenvolver bem no decorrer do trama, o que é muito bom. Não conhecia o livro, mas a história parece bem fofinha, vou anotar a dica aqui :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Ainda não conheço essa autora. Nem a de Amores Improváveis.
    Eu gosto muito de livros que têm essa temática de recomeço, de juntar os cacos e seguir em frente. Aprecio quando os personagens saem do fundo do poço juntos, sabe. Seguindo a linha do livro Sorrisos Quebrados, da Sofia Silva.

    E também amo mocinhos que brigam muito!kkkkk... Que aparentemente se odeiam, mas depois algo vai surgindo e o desprezo se transforma em outra coisa. :)

    Parece ser uma história que me agradaria. Se tiver a oportunidade lerei!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  15. Eu não abro mão de clichês, principalmente se eles são como você descreveu, envolventes e viciantes. Tenho ouvido e lido elogios generosos apra com a escrita da autora e quero conferir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Eu vou te confessar que se eu não conhecesse a escrita da autora, quando vi você mencionando a série Amores Improváveis eu teria fugido desse livro. Eu me decepcionei muito com O Erro e O Jogo, então, fujo quando vejo qualquer livro que se relacione à essa série.
    No entanto, recentemente eu li outro livro da Lauren Layne e gostei muito, então, fico animada para ler esse. Além disso, adoro romances que trazem casais que vivem como gato e rato, e saber que a história ainda traz recomeços e superações me deixa ainda mais animada.
    Mesmo sendo um romance clichê, acho que deve ser uma leitura deliciosa. Adorei sua resenha e vou anotar a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim, por isso não economize palavras; adoro saber sua opinião! Caso tenha um blog deixe o link para que eu possa retribuir seu comentário. :D
Beijos da Rafa!!

Tecnologia do Blogger.